Tecnologia

Mercedes híbrido será carregado por indução

Mercedes-Benz S500e plug-in híbrido dispensará fios para recarga na linha 2018

14 de jun, 2016 · 3 minutos de leitura.

Mercedes híbrido será carregado por indução
Crédito:Mercedes-Benz S500e plug-in híbrido dispensará fios para recarga na linha 2018
Na recarga por indução, Mercedes-Benz S500e plug-in híbrido só precisa parar sobre a base
É correto chamar um carro de plug-in híbrido mesmo que não seja necessário plugá-lo em uma tomada para carregamento de bateria? A Mercedes-Benz anunciou que, a partir do ano que vem, irá oferecer a função de recarga por indução (sem fio) para o sedã de luxo S500e plug-in.

A montadora revelou que o dispositivo deverá ser oferecido na linha 2018 do modelo.

O Mercedes S500e de recarga sem fio tem uma bobina na parte inferior (induzido), e uma base que pode ser instalada na garagem (a indutora). A carga é transmitida por campo magnético para a bobina instalada no veículo.

Instruções no painel de instrumentos auxiliam o motorista a parar na posição exata sobre a base.

A montadora também divulgou que, além da reestilização, o S500e terá aumento de autonomia. Sua bateria de íon de lítio subiu de 8,7 para 13,3 kWh, o que de acordo com a empresa alemã é suficiente para elevar a autonomia no modo totalmente elétrico de 32 para 50 quilômetros.

Junto com o motor elétrico, o propulsor 3.0 V6 biturbo gera 448 cavalos.

A marca também anunciou que, a partir de 2018, seus modelos híbridos plug-in serão compatíveis com o sistema de carga combinada, que utiliza corrente alternada e contínua, para recarga mais rápida.


Na recarga por indução, Mercedes-Benz S500e plug-in híbrido só precisa parar sobre a base
Mercedes-Benz

A montadora revelou que o dispositivo deverá ser oferecido na linha 2018 do modelo.

O Mercedes S500e de recarga sem fio tem uma bobina na parte inferior (induzido), e uma base que pode ser instalada na garagem (a indutora). A carga é transmitida por campo magnético para a bobina instalada no veículo.

Instruções no painel de instrumentos auxiliam o motorista a parar na posição exata sobre a base.

A montadora também divulgou que, além da reestilização, o S500e terá aumento de autonomia. Sua bateria de íon de lítio subiu de 8,7 para 13,3 kWh, o que de acordo com a empresa alemã é suficiente para elevar a autonomia no modo totalmente elétrico de 32 para 50 quilômetros.

Junto com o motor elétrico, o propulsor 3.0 V6 biturbo gera 448 cavalos.

A marca também anunciou que, a partir de 2018, seus modelos híbridos plug-in serão compatíveis com o sistema de carga combinada, que utiliza corrente alternada e contínua, para recarga mais rápida.