Diogo de Oliveira, especial para o Jornal do Carro

16/10/2020 - 3 minutos de leitura.

Mitsubishi revela o Eclipse Cross 2022 reestilizado

SUV abandona a traseira com vidro bipartido e ganha inédita versão híbrida recarregável em tomadas; versão nacional do Eclipse deve receber atualizações no fim do ano que vem

Eclipse
Mitsubishi Eclipse Cross PHEV Crédito: Mitsubishi/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Ainda sem dar muitos detalhes técnicos, a Mitsubishi Motors divulgou as primeiras fotos e informações oficiais do Eclipse Cross reestilizado. O SUV com estilo cupê estreia em novembro na Austrália e na Nova Zelândia já como linha 2022. Além das mudanças no design, a principal novidade será uma inédita versão híbrida do tipo plug-in. Nela, há modo 100% elétrico e recarregável em tomadas.

Porém, a versão híbrida só será vendida em alguns mercados “selecionados”. Não será o caso dos Estados Unidos, onde o modelo estreia no primeiro trimestre de 2021. Nem do Brasil, onde as mudanças só devem chegar entre o fim de 2021 e início de 2022. Por aqui, o Eclipse Cross estreou no fim de 2018 importado, e começou a ser produzido em Catalão (GO) um ano depois.

A pequena plástica feita no visual deixa o SUV um pouco mais moderno visto de frente, e um pouco mais tradicional e conservador de traseira. Um dos pontos mais criticados do design atual é o vidro vigia dividido em duas partes por uma barra que interliga as lanternas. Com o facelift, o vidro do vigia passa a ser inteiro, e as lanternas descem pelas colunas e invadem a tampa, separadas.

eclipse

Dynamic Shield é mantido no Eclipse

A dianteira mantém grande parte o design atual, chamado pela marca de Dynamic Shield. Contudo, os faróis agora estão fininhos e parecem bastões de LEDs. O estilo veio do conceito e-Evolution, de 2017. Os projetores e luzes de direção e neblina ficam integrados nos nichos posicionados logo abaixo e envolvidos pelos bumerangues cromados que marcam o desenho frontal dos carros da Mitsubishi.

Por dentro, a reestilização praticamente não alterou o formato do painel. A principal novidade é a tela da central multimídia com botões giratórios ‒ antes, todos os comandos eram por toque. A montadora também não alterou a mecânica atual da versão a combustão. Nela, o motor 1.5 turbo a gasolina tem 165 cv. O torque é e 25,5 mkgf, e o câmbio CVT tem trocas sequenciais e oito marchas.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais