Mercado

Montadoras criam ações online e outras opções de vendas durante o isolamento

Ford, Caoa Chery e Renault criam funcionalidades online ou em forma de delivery para tentar diminuir os efeitos das quedas de vendas no setor com o isolamento social; Volkswagen traz planos de financiamento

Redação

15 de abr, 2020 · 9 minutos de leitura.

Ford" >
Ford Ranger
Crédito:Ford/Divulgação

Durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19), com as práticas de isolamento social, as vendas online estão em alta. Na indústria automobilística não é diferente: a Ford anunciou a criação de um novo canal de atendimento. Por meio do ?Compre Sem Sair de Casa? é possível negociar um veículo do conforto da sua casa.

CURTA O CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Para realizar o processo, o cliente deve acessar a área de ofertas do site da Ford e ver os modelos disponíveis. Depois disso, realizar um cadastro. Assim, o cliente pode fazer as etapas do processo de compra de um carro, como financiamento, seguro e até avaliação do carro usado, tudo online. No final, o veículo é entregue em domicílio. A montadora oferece financiamento com carência de 90 dias para o início do pagamento.

O diretor de Marketing, Vendas e Serviços da Ford, Antonio Baltar Jr, esclarece que o objetivo do ?Compre Sem Sair de Casa? é ?oferecer comodidade e conveniência?. Apesar do momento, segundo ele, ?alguns clientes mantiveram suas compras, pois precisam de um carro para se locomover com mais segurança?.

Volkswagen foca em planos de financiamento

A Volkswagen do Brasil, durante o período de isolamento social causado pela Covid-19, pensa em planos de financiamento como uma forma de impulsionar as vendas. São quatro modalidades diferentes para os modelos Polo, Virtus e T-Cross. A Volkswagen oferece a primeira parcela apenas para julho e também disponibiliza as 12 primeiras parcelas no valor de 99 reais. Para além disso, também são oferecidas parcelas e entradas reduzidas.

Para os clientes que já tiverem financiamento, o Banco Volkswagen oferece o adiamento do pagamento das parcelas que venceriam em abril e maio. Elas seriam pagas somente no final do período do contrato.

O Jornal do Carro falou com o vice-presidente de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil, Gustavo Schmidt. Para ele, os novos planos de financiamento ?aliviam o consumidor no desembolso agora?.

?A procura de automóveis caiu drasticamente?, comenta Schmidt. Hoje, apenas 25% das lojas da Volkswagen no Brasil estão abertas, as quais têm trabalhado com equipes e horários reduzidos. Porém, Gustavo Schmidt esclarece que não pensa ser o ?momento adequado ainda? para ?fazer promoções agressivas no varejo?.

?Neste mês de abril, não temos a pretensão, de que vamos conseguir escoar todos estoques?, pontua Schmidt, apesar dos novos planos de financiamento. Para justificar, o vice-presidente de Vendas e Marketing aponta para o mercado: ?até ontem (14 de abril), a indústria de abril estava 85% pior do que o mesmo mês do ano anterior?.

Entretanto, a queda no universo online foi menor. Segundo Schmidt, os acessos ao site da Volkswagen caíram 48% em abril de 2020 ante o mesmo período em 2019. Desta forma, Gustavo Schmidt esclarece que ?é importante comunicar aos clientes? sobre a nova forma de atendê-lo: digitalmente. Para além, a Volkswagen também deve, em breve, colocar em seu site números de WhatsApp de todas os concessionários do País.

Pós-crise deve ser importante

Os olhares se voltam para a China, primeiro país a ser afetado pelo novo coronavírus. A Volkswagen realizou no país asiático uma pesquisa, em parceria com a Ipsos, que demonstrou o aumento no interesse por carros ao longo da crise.

O estudo mostrou que, antes do coronavírus, o carro próprio representava 34% dos meios de transporte escolhidos. Porém, o cenário mudou. Com a passagem do novo coronavírus, o número subiu para 66%. Para além disso, 66% dos entrevistados pretendem comprar um carro nos próximos seis meses e 79% dão preferência a test drive e entregas em domicílio.

?Óbvio, isso é a China. Sabemos que lá a conectividade é muito mais capilar. Porém, não há dúvidas de que a tendência vai vir para cá. Então, neste momento, estamos nos preocupando em criar este ambiente digital, preparar os nossos concessionários para a saída da crise?, diz Schmidt.

Caoa Cherry faz visita de vendedor e Renault trabalha com venda online

A Caoa Chery também lançou um serviço de atendimento em domicílio. Com o Caoa Chery Virtual, os clientes podem receber um vendedor autorizado em suas casas e também realizar um test drive do carro.

Continua depois do anúncio

O agendamento deve ser feito por meio do telefone de contato da empresa: 0800 772 4379. A montadora esclarece que todos os carros do test drive vão passar por higienização a cada uso.

Antes mesmo da deflagração da pandemia da covid-19 no Brasil, a Renault já havia anunciado a sua loja online de carros. Nela, toda a gama de veículos de passeio da montadora está disponível para compra.

Assim como o canal de atendimento da Ford, a Loja Renault também oferece as etapas de compra no formato online. Entre as funcionalidades oferecidas estão o financiamento, a pré-avaliação do usado e o pagamento por boleto.

Mercedes entra na onda de descontos com a Sprinter

A Mercedes também aproveitou a ocasião para lançar a campanha Unidos Para Virar o Jogo. Nela, várias versões da Sprinter 2019/2020 terão condições especiais. Para fazer a compra o cliente não precisará dar um valor de entrada e só precisará pagar a primeira parcela quatro meses depois da compra. O valor poderá ser parcelado em até 36 vezes com uma tava de juro de 0,98% ao mês.

Fiat oferece revisão gratuita para profissionais da saúde

Em tempos de Covid-19, a Fiat está oferecendo uma condição exclusiva para os profissionais da área da saúde. Eles vão ter direito a três anos de revisão gratuita. A condição vale para modelos zero-km comprados até 6 de maio. Para obter o benefício, o cliente deve comprovar vínculo ativo com Conselho Regional da sua profissão ou entidade similar.

Caoa Chery Tiggo 7 TXS
Oferta exclusiva

Caoa Chery Tiggo 7 TXS