06/09/2014 - 6 minutos de leitura.

Na contramão, vendas do Fit crescem 8,9%

Diferentemente do mercado total, com queda de 7,4% em agosto, modelo da Honda ampliou participação

Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.


O Fit está na contramão do mercado, que amargou queda de 7,4% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves em agosto ante julho. O monovolume da Honda, cuja nova geração chegou às lojas do País em abril, foi o maior destaque do ranking de vendas ao somar 4.880 unidades no mês passado, com alta de 8,9% em relação ao período anterior.

Outro destaque foi o Sandero. Também reestilizado recentemente, o Renault saltou de 5.425 unidades vendidas em julho para 7.278 em agosto, alta de 34%. Os dados foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionárias do País.

O Palio, por sua vez, permaneceu no topo do ranking pelo terceiro mês consecutivo – é a primeira vez que isso acontece em mais de dez anos. Apesar disso, a Fiat vendeu 1.684 unidades a menos do hatch ante julho.

A diferença do líder para o segundo colocado, Gol, foi de meros 107 carros. O Volkswagen permanece como o carro mais vendido do País no acumulado do ano (confira a lista nos quadros à direita).

Uno e Onix são protagonistas de uma acirrada disputa pela quarta posição no ranking. No mês passado, as vendas do Chevrolet recuaram 26,6% em relação aos números de julho. O hatch mineiro da Fiat, por sua vez, que acaba de ganhar um “tapa” no visual, teve 637 emplacamentos a mais que o modelo gaúcho da Chevrolet.

Baixa

Do segmento de minivans, que vem sofrendo com a crescente perda de interesse do consumidor nos últimos anos, a Spin não está nada bem. No mês passado, as vendas do modelo da Chevrolet recuaram 11,4% ante julho.

Entre os modelos de entrada, o Up!, uma das maiores apostas recentes da Volkswagen, ainda não conseguiu sequer fazer parte da lista dos “dez mais”. E não parece que chegará lá tão cedo. Em agosto, seus emplacamentos recuaram 9,3% ante julho.

Kia Sportage e BMW Série 3 são destaques

Se entre os veículos nacionais as vendas não andam bem, no caso dos importados o cenário tem sido diferente. Os números divulgados pela Abeifa, entidade que reúne as principais marcas estrangeiras sem fábrica no Brasil, mostra que Kia, BMW e Land Rover, por exemplo, não têm do que reclamar.

Da sul-coreana, o Sportage emplacou 910 unidades em agosto – alta de 11,2% em relação a julho. Das marcas da Abeifa, o utilitário-esportivo é o importado mais vendido do Brasil.

O sedã Série 3 aparece na vice-liderança, com 609 vendas no mês passado e crescimento de 10,9% ante julho. O terceiro do ranking é o Land Rover Range Rover Evoque, com 536 vendas e alta de 10,6%,

Em agosto, as 28 marcas filiadas à associação emplacaram 7.338 veículos, queda de 0,6% ante julho. Na comparação com o mesmo mês de 2013, quando as vendas somaram 10.282 carros, o recuo chega a 28,6%.

Para o presidente da Abeifa, Marcel Visconde, apesar desse cenário, o mercado está se preparando para ensaiar uma recuperação. Ele acredita que o Salão de São Paulo, que abre ao público no fim de outubro, ajudará a reaquecer as vendas.

“O segundo semestre deverá seguir a regra e registrar melhores resultados do que o primeiro. E o Salão do Automóvel contribui para impulsionar os lançamentos e estimula o consumo”, afirma Visconde.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais