Você está lendo...
Novo Nissan Versa, que virá ao Brasil no fim do ano, estreia na Argentina
Notícias

Novo Nissan Versa, que virá ao Brasil no fim do ano, estreia na Argentina

Principal lançamento da Nissan na América do Sul em 2020, chegada da nova geração na Argentina antecipa o que esperar no Brasil

Redação

21 de ago, 2020 · 4 minutos de leitura.

novo versa
NOVO VERSA
Crédito:NISSAN

A Nissan iniciou as vendas da segunda geração do Versa na Argentina. O modelo está confirmado para o Brasil e chega por aqui no último trimestre. Tanto no mercado portenho quanto aqui, ele virá importado do México. Portanto, as configurações vendidas no País vizinho dão uma dimensão do que podemos esperar no País.

Serão cinco versões no mercado argentino: Sense (MT ou CVT), Advance (MT ou CVT) e a de topo, Exclusive, só com câmbio automático CVT. Os preços vão variar entre $ 1.300.000 e $ 1.686.100 pesos argentinos. Em conversão direta, sem impostos, por lá, o novo Versa vai custar entre R$ 99 mil e R$ 128 mil.




NISSAN

De série, desde o Sense vem rodas de aço de 15 polegadas, chave presencial, seis air bags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em aclive e sensor de obstáculos traseiro, entre outros itens. Na versão de topo, Exclusive, as rodas são de 17" de liga leve e além dos itens da Sense traz câmera traseira, modo sport, ar-condicionado automático e bancos de couro.

Em outros mercados, como o México há uma outra versão acima, a Platinum. Apesar da Argentina não receber, ela deve vir ao Brasil. Além de todos os itens da Exclusive, traz sistema de câmeras 360º com sensor de obstáculos também na frente. Outro item extra é o pacote de segurança. Ele inclui a frenagem autônoma de emergência e alertas de ponto cego, de tráfego cruzado e de colisão frontal.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se


Motorização do novo Versa

O novo Versa é oferecido com uma versão melhorada do motor 1.6 que já conhecemos. Nos demais mercados da América Latina, onde roda só com gasolina, esse propulsor entrega 118 cv e 15,3 mkgf. No Brasil, o atual 1.6 rende 111 cv e 15,1 mkgf. Defasado em relação aos demais 1.6 oferecidos no mercado, deve ganhar os 7 cv extras. No papel, isso ajuda a vender mais, mas não mudam muita coisa em termos reais de uso.

NISSAN
Deixe sua opinião