Tião Oliveira

26/10/2020 - 10 minutos de leitura. Atualizado: 30/10/2020 | 13:45

Nova Chevrolet S10 High Country 2021 evolui, mas peca nos detalhes

Picape da Chevrolet tem internet 4G que pode conectar até 7 aparelhos ao mesmo tempo

S10
Chevrolet 2021 S10 High Country Crédito: Chevrolet/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A nova Chevrolet S10 2021 acaba de chegar às lojas do Brasil com evoluções na mecânica, equipamentos e, sobretudo, no sistema de conectividade. As atualizações mais importantes foram feitas na versão High Coutry, como a avaliada, que ganhou visual exclusivo. Opção de topo da linha, essa configuração tem preço sugerido a partir de R$ 218.690.

Não se trata de uma nova geração – a picape está na segunda -, mas de uma atualização. O modelo, aliás, acaba de alcançar a marca de um milhão de unidades produzidas em São José dos Campos (SP). Desse total, 750 mil foram vendidas no mercado brasileiro.

No visual, a grade agora é escura e tem o nome da marca em letras grandes e em alto relevo. Essa atualização, assim como o desenho do para-choque dianteiro, é inspirada na Silverado picape vendida nos Estados Unidos. A gravatinha dourada foi deslocada para a parte inferior direita da dianteira, próximo ao farol auxiliar, que foi reposicionado. O ângulo de ataque melhorou e passou de 27° para 29°.

Na mecânica, a S10 2021 High Country traz novidades no motor turbodiesel de 2,8 litros. A potência foi mantida em 200 cv a 3.600 rpm e o torque, de 51 mkgf, é entregue a partir das 2 mil rpm. A Chevrolet informa que o quatro-cilindros foi recalibrado e ganhou a mesma turbina que equipa a Colorado, outra picape oferecida pela marca nos EUA.

De acordo com informações da fabricante, o resultado é que a aceleração de 0 a 100 km/h ficou até 0,2 segundo mais rápida. E que houve redução do consumo de diesel entre 3% e 10%. Na prática, durante a avaliação não deu para notar essas ligeiras evoluções. É fato que a nova Chevrolet S10 2021 vai bem tanto no uso urbano quanto na estrada.

Isso é resultado, em boa parte, do trabalho do câmbio automático de seis velocidades, que faz trocas rápidas e, ao mesmo tempo, suaves. E também da direção com assistência elétrica, que garante agilidade nas mudanças de trajetória.

As suspensões – independente, com braços sobrepostos na dianteira e com eixo rígido na traseira, garantem boa estabilidade à picape. A carroceria permanece estável mesmo em curvas e com a caçamba vazia. O mérito é também dos pneus 265/60 R18 calçados em rodas de liga leve.

Os principais destaques da nova S10 2021 dizem respeito à eletrônica. O modelo da Chevrolet é a primeira iHighpicape média do mercado brasileiro com wi-fi (4G). A novidade está na central multimídia MyLink, que já era oferecida no hatch Onix e no SUV compacto Tracker. Há conexão via Bluetooth e entradas USB para gadgets. Mas a picape não tem carregador de celular por indução (sem uso de cabo).

O sistema multimídia, que tem tela de 8 polegadas sensível ao toque, é compatível com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay. Segundo informações da marca, o sinal é até 12 vezes mais estável que o de smartphones. Durante a avalição, a conexão com um telefone com sistema Android caiu várias vezes sem motivo aparente.

Também de acordo com a Chevrolet, os sistemas eletrônicos da picape podem ser atualizados de forma remota. A nova S10 pode avisar o proprietário, inclusive por meio de mensagem via WhatsApp, sobre a necessidade de troca de óleo do motor, por exemplo. Aliás, é possível acionar o ar-condicionado à distância para climatizar a cabine.

Curiosamente, a nova S10 High Country 2021 não traz chave presencial nem partida do motor por meio de botão. Esses itens vêm nas rivais Ford Ranger e Toyota Hilix, por exemplo. Até mesmo o Onix, modelo de entrada da marca no Brasil, oferece os dois recursos.

O pacote de itens de segurança é amplo. De série a S10 High Coutry 2021 traz detector de pedestres e sistema de frenagem automática. O dispositivo atua com a picape rodando entre 8 e 80 km/h. E pode parar a Chevrolet sem intervenção do motorista em caso de risco de colisão frontal ou atropelamento.

Seis air bags, controles eletrônicos de estabilidade e tração, bem como o alerta de saída involuntária de faixa de rolamento, já eram oferecidos na linha 2020 da versão de topo da picape. O serviço de concierge OnStar, por sua vez, está disponível para todos os modelos da marca vendidos no Brasil.

A S10 de cabine dupla tem 5,4 metros de comprimento, 1,87 m de largura e 3,1 m de distância entre os eixos. A caçamba tem 2,32 m de comprimento, 1,53 m de largura e 44 cm de altura. Na prática, a picape pode levar cinco adultos com conforto na cabine, além de uma big trail Triumph Tiger 800, por exemplo.

Mas não dá para transportar uma moto aquática Sea Doo Spark 2 Up, cujo comprimento é de 2,79 m. Nesse caso, uma opção é deixar a tampa aberta, algo previsto na Resolução nº 349 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). É necessário, contudo, fixar uma placa adicional.

S10 High Country tem muitos equipamentos

A nova S10 High Country 2021 não é bem servida apenas de dispositivos de segurança. Entre outros equipamentos, há alerta de pressão de pneus no painel, assistente de partida em rampas e de descida de rampas, faróis de neblina e luzes de uso diurno, computador de bordo, capota marítima para a caçamba, ar-condicionado automático, travas e vidros elétricos e chave do tipo canivete.

Há também controlador de velocidade de cruzeiro, coluna de direção com regulagem de altura, sensor de obstáculos na dianteira e na traseira, câmera atrás, estribos nas laterais, rack de teto, acionamento automático dos faróis (com regulagem de altura) e dos limpadores de para-brisa, rebatimento elétrico dos retrovisores externos.

Além disso, a picape tem ajustes elétricos para o banco do motorista. E, na versão High Country, tanto as rodas de liga leve de 18 polegadas quanto o santantônio têm desenho exclusivo.

 

Ficha técnica:
Chevrolet S10 High Country 2021
Preço sugerido: R$ 218.690
Motor: 2,8, 4 cilindros, 16V turbodiesel
Potência (cv): 200 a 3.600 rpm
Torque (mkgf): 51 a 2.000 rpm
Câmbio: automático, 6 marchas
Tração: 4×4
Comprimento: 5,4 metros
Largura: 1,87 metro
Entre-eixos: 3,10 metros
Tanque: 76 litros
Capacidade de carga: 1.049 kg
Caçamba: 1.220 litros

Prós
Conectividade
Sistema MyLink de terceira geração tem internet 4G e pode conectar até sete gadgets ao mesmo tempo.

Contras
Equipamentos
Para um carro que custa quase R$ 220 mil, a falta de chave presencial e partida por botão é inadmissível.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais