Notícias

Nova Peugeot 308 SW carrega na tomada e mostra que peruas não devem se render aos SUVs

Com lançamento marcado para o início de 2022, nova geração de perua Peugeot 308 SW tem design marcante e é híbrido que carrega na tomada

Redação, Com Ítalo Cosme, Especial para o Jornal do Carro

28 de jun, 2021 · 5 minutos de leitura.

Peugeot 308 SW perua" >
Peugeot 308 SW renasce com o design mais moderno da marca francesa e mecânica híbrida plug-in
Crédito:Peugeot/Divulgação

Enquanto no Brasil as peruas basicamente foram aniquiladas pelos SUVs, no mercado europeu elas resistem. E ainda prometem encantar. A Peugeot acaba de apresentar na Europa a nova 308 SW, a tradicional versão perua do hatch médio 308, o primeiro modelo da marca francesa a trazer o novo logotipo com a silhueta do leão e sua grande juba em destaque.

Tal como em gerações passadas, a perua média da Peugeot apresenta design de personalidade, com o estilo mais recente da marca. A dianteira tem duas barras de LEDs de descem dos faróis e simulam as presas do leão. Atrás, as lanternas ficam unidas por uma moldura em black piano, solução que surgiu no SUV médio 3008. Novamente, elas remetem ao felino e trazem barras de LEDs que representam as garras.

Peugeot 308 SW perua
Peugeot/Divulgação

Lançamento em 2022

Na Europa, o início das vendas da nova Peugeot 308 SW está previsto para o início de 2022. Além do estilo moderno e da cabine sofisticada, a principal novidade da station wagon será a motorização híbrida. Com autonomia de até 60 km apenas no modo elétrico, a perua da marca francesa terá duas configurações eletrificadas: a Hybrid 225 e a Hybrid 180.

A primeira combina um motor 1.6 a gasolina de 150 cv e um elétrico de 81 kW. Já a segunda opção tem o mesmo motor elétrico, mas atrelado a um propulsor a gasolina que rende 180 cv. Em ambos, vão baterias de íons de lítio de 12,4 kWh que podem ser recarregadas na tomada. A potência combinada é de 180 cv e 225 cv, respectivamente.

Peugeot 308 SW perua
Peugeot/Divulgação

Além dos híbridos plug-in, a nova 308 SW contará com motores turbo. O primeiro é o três cilindros Puretech de 1,2 litro (gasolina), com 110 cv ou 130 cv. O turbo diesel BlueHDi, com 1,5 litro e quatro cilindros, gera 130 cv. A transmissão se divide em manual de seis marchas ou automática de oito velocidades para todas as opções da gama.



Porta-malas de 608 litros

Com 6 centímetros de comprimento a mais que a geração anterior, a Peugeot 308 SW mede 4,64 metros e 1,44 m de altura, e tem 2,77 m de distância entre-eixos. Sua carroceria comprida e esguia surpreende com um porta-malas enorme de 608 litros, que pode chegar a 1.634 litros, portanto, com o banco traseiro rebatido. Já o painel traz a versão mais avançada do sistema i-Cockpit, que combina, assim, duas telas Full HD.

Peugeot 308 SW perua
Peugeot/Divulgação
Mais ousada que o Golf

Tal como o 308 hatch, a nova geração da 308 SW é o primeiro lançamento da “nova Peugeot”, agora como membro da Stellantis. Dentro da estratégia do grupo, a marca francesa terá posicionamento premium a partir de agora. E, nesse sentido, a station wagon impressiona por combinar um belíssimo visual às tecnologias modernas. Já à primeira vista, revela-se mais interessante que a nova geração da perua VW Golf.

Mas a perua média da Peugeot dificilmente chegará ao Brasil. Por aqui, a clientela migrou quase na totalidade para os SUVS. Apesar de os sedãs resistirem ao avanço dos utilitários, os hatches médios premium já foram “engolidos”. Assim, se um dia vier, a nova geração da 308 SW chegará na versão híbrida mais cara e com todos os equipamentos disponíveis. E com benefícios fiscais para carros eletrificados.

Continua depois do anúncio

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se