Notícias

Novo Chery QQ é elétrico, vai custar R$ 25 mil e terá sobrenome Ice Cream

Compacto da Chery foi revelado na China e pretende rivalizar com Wuling Hongguang MiniEV; customização e preço baixo pretende atrair jovens

Vagner Aquino, Especial para o Jornal do Carro

25 de jul, 2021 · 3 minutos de leitura.

Chery" >
Motorização 100% elétrica é uma das novidades do Chery QQ Ice Cream, porém, especificações não foram detalhadas
Crédito:Chery/Divulgação

Assim como a fênix, o Chery QQ ressurgiu das cinzas. O subcompacto foi completamente repaginado pela marca chinesa e, agora, aposta em motorização 100% elétrica, tamanho ainda mais reduzido e diversas opções de customização. A ideia da fabricante é bater de frente com o Wuling Hongguang MiniEV, produzido pela joint venture da GM local.

De olho nos altos números de vendas conquistados pelo concorrente, que é o elétrico mais emplacado da China, a Chery decidiu entrar na disputa e lançar o QQ Ice Cream. Mas o sobrenome (sorvete, em português) não tem nada a ver com alimentação do carro. Sem especificar detalhes, a única coisa que se sabe é que o compacto será movido por baterias.

Chery
Chery/Divulgação

A fim de atrair o público jovem da “Geração Z”, o novo QQ abandona as linhas circulares e dá espaço a um visual mais moderno. As linhas mais retas também conferem mais espaço interno. Na carroceria, que conta com duas portas, a marca promete possibilidades de customização, com cores chamativas e até decoração especial.

Mais detalhes do compacto da Chery

Na frente, destaque para o logotipo, que servirá como porta para a recarga do QQ. A grade, claro, permanece fechada como em todo modelo elétrico. Para a iluminação, o Chery QQ Ice Cream conta com luzes (iluminadas por LEDs) arredondadas, em formato de “U”.



Apesar de ter sido vendido no Brasil na década passada (inclusive, o QQ já foi o carro mais barato à venda por aqui), nada de planos de comercialização no País. Na China, entretanto, o mini carro elétrico deverá ter reservas a partir do dia 24 de agosto.

O novato, a princípio, nasce pelas mãos da nova submarca ecológica da Chery: iCar. Estimativas apontam que, para cair no gosto da clientela, o modelo deva ter preços abaixo da média. Algo em torno de R$ 25 mil – valor já revertido em relação a moeda chinesa.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se