Redação

20.01.2019 | 9:00 Atualizado: 21.01.2019 | 15:14

O que já sabemos sobre o novo SUV da GM

Próxima geração do Chevrolet Tracker chega ao Brasil em 2020 e usará mesma plataforma dos novos Onix e Prisma

Chevrolet Tracker 2020 Crédito: Crédito: Chevrolet
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A GM lançará um novo SUV compacto no Brasil em 2020. Os alvos são Hyundai Creta, Nissan Kicks, Honda HR-V e outros. Quem entrará nesse ringue vestido com a gravatinha da Chevrolet é a nova geração do Tracker.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOU TUBE

O utilitário irá crescer em todas as dimensões. Na nova geração, o comprimento foi de 4,24 para 4,27 metros. O entre-eixos aumentou de 2,55 para 2,57 metros. Já a largura foi de 1,76 para 1,79 metro.

A montadora até tentou manter algum mistério e divulgou apenas um teaser do futuro modelo. Mas, quando foi registrá-lo no Ministério da Indústria da China, um dos países em que será fabricado e vendido, imagens e especificações do SUV vazaram.

Sob o capô, sempre com turbo

Uma dessas imagens antecipa dados sobre a mecânica do novo SUV. O emblema “325T” na tampa traseira sinaliza que o Tracker usará um motor 1.0 turbo de três cilidros. É o mesmo propulsor do Cavalier 325T já lançado na China.

No Tracker, esse propulsor renderá 115 cv. De acordo com o registro feito perante o governo chinês, o consumo será de 18,1 km/l de gasolina. Tudo isso, vale frisar, no Tracker que foi registrado na China.

No Brasil, o motor 1.4 turbo de 153 cv, que equipa a linha Cruze e o atual Tracker, é uma aposta mais razoável.

VÍDEO DA SEMANA: AVALIAMOS O AUDI E-TRON

Mesmo no mercado chinês, porém, é possível que haja uma versão de topo com um motor mais potente. Uma possibilidade real é o 1.3 turbo de quatro cilindros e 136 cv que equipa o novo Monza 330T vendido naquele mercado.

No Brasil, Tracker novo só em 2020

É possível que o Tracker seja lançado na China já em março deste ano. No Brasil, porém, só chegará em 2020. Parte do projeto GEM, voltado para mercados emergentes, o modelo será fabricado nas plantas de Norsom, na China, que abastecerá o mercado asiático, e São Caetano do Sul, no Brasil, para a América do Sul.

A nova linha de compactos da qual o Tracker faz parte é fruto de parceria entre a GM e a chinesa SAIC. A mesma arquitetura será usada pelos sucessores dos atuais Onix, Prisma e Spin – que chegarão ao Brasil na metade deste ano, antes portanto do Tracker.

Novidades para 2019

Enquanto a nova geração não estreia, a Chevrolet trouxe algumas melhorias à linha 2019 do Tracker. A principal delas foi na versão de entrada. O Tracker LT finalmente ganhou controles de estabilidade e tração.

Além disso, foi incorporada a versão Midnight, com carroceria preta e acabamentos escurecidos, que dão ao modelo um ar mais “invocado”.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais