Perua Volvo V60 é opção interessante aos SUVs

Com motor 2.0 turbo de 254 cv e tabela de R$ 199.950, perua tem espaço interno comparável ao de utilitários

perua Volvo V60
Volvo V60 Crédito: Crédito: Volvo/Divulgação

Motor valente, cabine ampla e um porta-malas de respeito para levar a família. Para quem tem essas necessidades, a primeira opção que vem à mente do consumidor é um SUV. Uma perua também cumpre (bem) esse papel, mas hoje tem de rebolar um bocado para fisgar a atenção do cliente.

A Volvo V60 não foge a essa regra. Com pré-venda no Brasil desde junho, a segunda geração da perua média enfrenta um fogo amigo dos mais pesados. Afinal, ela disputa espaço dentro de casa com o XC60, um dos SUVs mais vendidos do segmento premium. Sabendo disso, a Volvo fixou em R$ 199.950 a tabela do modelo, que por aqui está sendo oferecido apenas na versão Momentum, com motor 2.0 turbo de 254 cv.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A título de comparação, o XC60 Momentum, que tem o mesmo motor e conteúdo parecido, custa R$ 254.950, uma diferença de expressivos R$ 55 mil. Seu irmão menor, o XC40, custa na versão Momentum os mesmos R$ 199.950 pedidos pela perua. Mas o apelo mais descolado do SUV compacto não é suficiente para compensar o espaço interno bastante limitado. Nesse aspecto, aliás, a V60 se sai muito bem.

Construída sobre a plataforma SPA, a mesma do XC60, a atual geração da perua ficou 12 cm mais longa. O entre-eixos cresceu 10 cm e a capacidade do porta-malas aumentou em 99 litros, para 529 litros. O resultado é uma cabine que não faz feio em conforto a nenhum SUV. Quatro pessoas viajam com muita folga. Um quinto ocupante terá alguma dificuldade em acomodar as pernas, por causa do duto central elevado.

O interior segue o estilo do XC60 e XC90, com instrumentos virtuais, uma grande tela vertical no centro do painel e revestimentos de couro em tons creme, caramelo, marrom ou preto. À primeira vista, o visual é o mesmo da versão superior Inscription (que já avaliamos, mas não vem ao Brasil).

É no pacote de equipamentos, porém, que se notam as diferenças da opção Momentum, mais simples. Foram mantidos alguns recursos tecnológicos e de segurança que são diferenciais da marca. É o caso do sistema de condução semiautônoma Pilot Assist, que atua a até 130 km/h, da frenagem automática de emergência e do controle de velocidade de cruzeiro adaptativo.

Há ainda ar-condicionado digital de dupla zona, ajuste elétrico para os bancos dianteiros, faróis e lanternas de LEDs, air bags frontais, laterais e de cortina e controles de estabilidade e tração.

Por outro lado, a versão de entrada perdeu itens como teto solar, head up display, comandos do ar-condicionado independentes para o banco traseiro e câmera 360 graus. Na hora da baliza, o jeito é se contentar com o sensor de obstáculos, já que não há sequer câmera traseira, o que causa certa dificuldade em um veículo desse porte.

Perua tem bom pique e suavidade

O trem de força da V60 vendida no País também é diferente daquele encontrado na versão de topo. Enquanto na Inscription o motor Drive-E 2.0 turbo de quatro cilindros gera 310 cv, na opção Momentum ele entrega 254 cv. O câmbio é o mesmo automático de oito velocidades. Mas perdeu as aletas para trocas manuais.

Mesmo com 56 cv a menos, a perua não decepciona. Ainda que o motor não “sobre”, tampouco nega fogo quando provocado. O torque de 35,7 mkgf surge a 1.500 rpm, proporcionando agilidade nas saídas, sem a necessidade de elevar demais a rotação. Em ciclo rodoviário, é preciso ativar o controle de cruzeiro para evitar que o limite de velocidade seja ultrapassado. O rodar é macio em todas as situações, graças ao acerto confortável da suspensão.

O conjunto acelera de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos. A velocidade máxima é de 235 km/h, limitada eletronicamente. Há três modos de condução – Eco, Comfort e Dynamic – que deixam o comportamento da perua ora voltado à eficiência, ora à esportividade.

Perua pode abrir caminho para outras versões

A meta da Volvo é vender entre 130 e 150 unidades da V60 por ano. Se a perua for bem recebida pelo mercado, a marca poderá trazer também sua irmã maior, a V90.

Outra possibilidade é a V60 híbrida – o que faria todo o sentido, já que a marca já oferece no Brasil as versões híbridas de produtos como o sedã S90 e os utilitários XC60 e XC90. Na Europa, a perua tem duas versões híbridas do tipo plug-in: T6 Twin Engine, de 345 cv, e T8 Twin Engine, de 395 cv.

Ficha técnica: Volvo V60 Momentum

Motor: 2.0, 4 cil., turbo, gasolina
Potência: 254 cv a 5.500 rpm
Torque: 35,7 mkgf a 1.500 rpm
Câmbio: automático, 8 marchas
Comprimento: 4,76 metros
Porta-malas: 529 litros


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas