Tião Oliveira:

Picape elétrica JAC iEV330P chega em outubro. Veja o preço

A picape elétrica JAC iEV330P já está à venda no Brasil. O modelo, que tem motor de cerca de 150 cv e autonomia de 300 km, será entregue a partir de outubro

JAC_DIANTEIRA_2 Crédito:

A picape elétrica JAC já está à venda no Brasil. Batizado de iEV330P, o modelo pode ser encomendado e as entregas começam entre outubro e novembro. A marca chinesa sai na frente da Tesla Cybertruck e da Rivian R1T ao oferecer a primeira picape elétrica do mundo. O preço sugerido é de R$ 279 mil.

O número 330 no nome da picape refere-se ao torque, de cerca de 33 mkgf. Diferentemente de veículos com motor a combustão, nos elétricos a força total está disponível instantaneamente. A potência equivale a, aproximadamente, 150 cv.

A capacidade máxima das baterias da iEP 330 é de 67 kWh. Isso garante autonomia de cerca de 300 km, segundo dados da JAC Motors. O recarregamento total pode ser feito em cerca de 9 horas em tomadas convencionais de 220 Volts.

As dimensões da IEV330P são generosas. A picape elétrica da JAC tem 5,6 metros de comprimento e o entre-eixos é de 3,38 m. Para comparação, são, respectivamente, 25 cm e 16 cm a mais que uma Ford Ranger, por exemplo). A largura do modelo chinês é de 1,83 m e a altura, de 1,84 m.

picape elétrica Jac

Picape elétrica JAC leva 800 kg

A capacidade de carga do modelo da JAC é de 800 kg. As baterias de íons de lítio têm garantia de cinco anos. “A manutenção é cerca de seis vezes mais barata que a de uma picape similar a diesel”, diz o representante da JAC Motors no Brasil, Sergio Habib.

Habib se refere à menor manutenção demandada em relação á veículos similares a diesel. Não há fluidos, como óleo de motor e câmbio nem filtros de ar e combustível, por exemplo. Peças como pastilhas de freio duram mais. Isso porque, ao tirar o pé do pedal da direita, os veículos elétricos já começam a desacelerar.

Segundo Habib, recarregar as baterias de veículos elétricos é cinco vezes mais barato que abastecer um modelo equivalente com combustível. Essa conta considera recargas feitas em horários de pico de consumo de eletricidade. “Se a energia for comprada no atacado (prática comum em empresas), o custo pode ser sete vezes menor”, diz o executivo.

Modelo chega com atualizações

A picape elétrica da JAC traz as atualizações implementas pela JAC na China em março deste ano. As principais alterações foram feitas no visual, sobretudo da dianteira. O conjunto propulsor não mudou.

Com o redesenho, a iEV330P ganhou estilo mais robusto. Os faróis têm novo formato, há luzes de uso diurnas e faróis de neblina no para-choque. O estilo da iEV330P segue uma tendência mundial. Isso inclui  a sigla JAC, de Jianghuai Automobile Co, em letras grandes na enorme grade frontal.O acabamento em metal polido destoa um pouco do conjunto. Mas trata-se de uma questão de gosto pessoal.

A cabine também ganhou atualizações. O console central traz novo sistema multimídia com tela maior e em orientação vertical. O painel de instrumentos é digital. E, embora seja voltada ao trabalho, a picape vendida á venda no Brasil tem acabamento caprichado.

Os bancos têm revestimento de um tipo de tecido emborrachado, agradável ao toque. Há couro sinético no painel, volante e em partes das portas. Plásticos de diferentes texturas deixam o ambiente agradável.

Picape elétrica jac

Pandemia atrasou estreia

A picape elétrica da JAC deveria ter chegado ao Brasil no fim do ano passado. Além dela, a marca prometeu lançar dois SUVs (o subcompacto iEV20 e o compacto iEV40) e o caminhão iET 1200. Mas a pandemia obrigou a filial brasileira da empresa a postergar os planos.

“Já temos algumas unidades em testes com clientes no Brasil”, diz Habib. O executivo afirma que o foco são as vendas para empresas. É o caso de companhias que fazem manutenção de redes elétricas e de TV a cabo, por exemplo. Ele afirma que uma das interessadas é a empresa que opera o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

De acordo com Habib, graças à autonomia de 300 km, o modelo pode rodar o dia inteiro em operações urbanas. Ele destaca a ampla caçamba, com 1,8 m de comprimento. “Essa medida é comum em picapes de cabine simples, não em cabines-dupla.”

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais