Notícias

Polo retorna ao mercado brasileiro; VW terá também novo sedã

Veja quais serão os principais lançamentos da montadora alemã neste e nos próximos anos

30 de mar, 2017 · 4 minutos de leitura.

Polo retorna ao mercado brasileiro; VW terá também novo sedã
Crédito:Veja quais serão os principais lançamentos da montadora alemã neste e nos próximos anos
Outra novidade prevista para o País é a nova geração do Tiguan

O principal lançamento da Volkswagen para o Brasil, este ano, será o novo Polo, ainda inédito na Europa. O hatch passa a utilizar a plataforma modular MQB (a mesma do Golf, Audi A3, etc.).


Inicialmente, entrará no mercado não apenas como um hatch premium, como no passado, mas terá alcance maior de mercado. A chegada ao País está prevista para outubro, quatro meses após o lançamento na Europa. O modelo será produzido no Brasil.

Em um segundo momento, derivará do Polo também o sedã Virtus, que a Volkswagen anunciou no Salão de Genebra (Suíça), no início deste mês. Durante a apresentação de suas atrações do evento, a marca mostrou uma imagem do Virtus no telão.

Além disso, anunciou também os mercados no qual o Virtus será vendido. O Brasil é um deles - inclusive, o nome já foi patenteado pela Volkswagen no País. A previsão é de que o carro chegue em 2019.

Antes disso, a montadora deve atualizar sua linha de importados. Para o ano que vem, está prevista a chegada da nova geração do Tiguan. Porém, a marca ainda não definiu se ele será trazido no primeiro ou no segundo semestre de 2018.

Linha apimentada. A Volkswagen planeja espalhar mais pimenta em sua linha de automóveis. A empresa, que oferece a versão Pepper (que em inglês significa pimenta) do Fox, pretende estender a série caracterizada pelo visual esportivo para outros modelos da linha, como Gol e Up!

O Fox Pepper é o segundo mais caro da linha Fox, atrás do CrossFox. Tem preço inicial de R$ 62 mil e traz somente kit visual esportivo.

Além da extensão da linha Pepper, a empresa também pretende enxugar o excesso de versões de motorização e acabamento, que gera sobreposição de preços. Há modelos 1.0, 1.0 turbo, 1.4, 1.4 turbo e 1.6 aspirado em diversos modelos, o que, de acordo com executivos da marca, gera excesso de estoque na rede e confusão tanto na cabeça do comprador quanto na do vendedor.

VIAGEM FEITA A CONVITE DA VOLKSWAGEN


Outra novidade prevista para o País é a nova geração do Tiguan

O principal lançamento da Volkswagen para o Brasil, este ano, será o novo Polo, ainda inédito na Europa. O hatch passa a utilizar a plataforma modular MQB (a mesma do Golf, Audi A3, etc.).

Inicialmente, entrará no mercado não apenas como um hatch premium, como no passado, mas terá alcance maior de mercado. A chegada ao País está prevista para outubro, quatro meses após o lançamento na Europa. O modelo será produzido no Brasil.

Em um segundo momento, derivará do Polo também o sedã Virtus, que a Volkswagen anunciou no Salão de Genebra (Suíça), no início deste mês. Durante a apresentação de suas atrações do evento, a marca mostrou uma imagem do Virtus no telão.

Além disso, anunciou também os mercados no qual o Virtus será vendido. O Brasil é um deles - inclusive, o nome já foi patenteado pela Volkswagen no País. A previsão é de que o carro chegue em 2019.

Antes disso, a montadora deve atualizar sua linha de importados. Para o ano que vem, está prevista a chegada da nova geração do Tiguan. Porém, a marca ainda não definiu se ele será trazido no primeiro ou no segundo semestre de 2018.

Linha apimentada. A Volkswagen planeja espalhar mais pimenta em sua linha de automóveis. A empresa, que oferece a versão Pepper (que em inglês significa pimenta) do Fox, pretende estender a série caracterizada pelo visual esportivo para outros modelos da linha, como Gol e Up!

O Fox Pepper é o segundo mais caro da linha Fox, atrás do CrossFox. Tem preço inicial de R$ 62 mil e traz somente kit visual esportivo.

Além da extensão da linha Pepper, a empresa também pretende enxugar o excesso de versões de motorização e acabamento, que gera sobreposição de preços. Há modelos 1.0, 1.0 turbo, 1.4, 1.4 turbo e 1.6 aspirado em diversos modelos, o que, de acordo com executivos da marca, gera excesso de estoque na rede e confusão tanto na cabeça do comprador quanto na do vendedor.

VIAGEM FEITA A CONVITE DA VOLKSWAGEN