Porsche 911 híbrido só aparece após 2022

Nova geração foi desenvolvida com uso da eletricidade no projeto, mas Porsche ainda não confia em baterias atuais

porsche
Nova geração do 911 tem hibridização prevista Foto: Porsche

A Porsche confirmou que a nova geração do 911 terá uma versão híbrida. A novidade, no entanto, deve demorar ainda para aparecer. O primeiro 911 híbrido deverá ser lançado somente a partir de 2022, quatro anos após o lançamento do novo carro.

De acordo com informações do portal inglês Auto Express, a nova geração do esportivo já foi pensada numa possível eletrificação. No entanto, diferentemente dos Panamera e Cayenne híbridos, o 911 usará a eletricidade para dar mais desempenho ao modelo.

O 911 deverá ter um sistema de recuperação de energia usando gases do escapamento e um eixo dianteiro elétrico. A solução dará ao esportivo tração integral com economia de combustível. As baterias serão de íons de lítio, só que mais modernas.

Porsche e o caso das baterias

Um dos motivos para a demora é que a Porsche ainda não acredita na qualidade das baterias atuais. Por isso, a marca deve esperar que as unidades fiquem mais poderosas num futuro próximo. Há, alias, a possibilidade de que nem mesmo em 2022 o 911 híbrido apareça.

Segundo o chefão do projeto do 911, August Achleitner, a decisão de hibridizar o esportivo veio após o início dos testes com o Taycan, totalmente elétrico. Em todo caso, a marca não está pronta para lançar um 911 elétrico ou híbrido ainda.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas