Redação:

Porsche cresce 90% no Brasil em meio à pandemia

Porsche entregou quase 117 mil veículos no primeiro semestre em todo o mundo, 1.535 unidades só no Brasil

Porsche
Porsche 911 Crédito:

Mesmo em meio à pandemia imposta pelo risco de contágio da covid-19, com isolamento social e queda brutal da economia, há quem comemore vendas maiores. É o caso da Porsche, que comercializou 1.535 unidades entre janeiro e junho no Brasil. Registrando alta de 90% em comparação ao mesmo período de 2019. No mundo, a marca entregou 116.964 unidades no primeiro semestre do ano.

De acordo com a montadora alemã, quem puxou esse crescimento no mercado nacional foi a oitava geração do 911. No total, o modelo somou 601 unidades entregues. Ou seja, 432% de alta em relação ao mesmo período de 2019.

SUVs também agradam no mundo do luxo

Como é possível notar pela quantidade de lançamentos (como Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus, Caoa Chery Tiggo 5X, Audi e-tron, entre tantos outros), o mercado de SUVs também atrai o consumidor brasileiro. E, assim, Cayenne e Macan pegaram carona nessa onda de alta em vendas. Eles, respectivamente, emplacaram 390 unidades (32% a mais que em 2019) e 264 emplacamentos (+91%).

Para se ter ideia de como a Porsche está ‘nadando de braçada’, durante todo o ano passado foram vendidas 1.849 unidades – apenas 314 unidades de diferença.

No mundo, mesmo com a quarentena, que fechou revendas e barrou o poder compra para alguns consumidores, a Porsche caiu apenas 12% no primeiro semestre de 2020 em relação aos seis primeiros meses de 2019 – de 133.484 para 116.964. O Cayenne ficou no topo do pódio, fechando 39.245 vendas. O segundo e terceiro postos ficaram com Macan (34.430 unidades) e 911 (16.919).

O esportivo totalmente elétrico Taycan – que será lançado no Brasil no fim deste ano – teve 4.480 unidades emplacadas no primeiro semestre do ano.

De acordo com Detlev von Platen, membro do conselho executivo da Porsche AG, responsável por vendas e marketing, é tempo de otimismo. “Continuamos confiantes e cheios de energia, enquanto encaramos os desafios da segunda metade do ano. O contínuo desenvolvimento positivo na China e outros mercados asiáticos também irá nos ajudar.”

Na Ásia, África e Oriente Médio a Porsche vendeu 55.550 carros na primeira metade de 2020. Só a China registrou 39.603 negociações e, juntos, Coreia e Japão, emplacaram quase 8 mil unidades. Números que refletem dois dígitos de acréscimo sobre 2019. No mais, os clientes europeus compraram 32.312 unidades e os dos Estados Unidos, 24.186.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais