Você está lendo...
Porsche está com disco novo nas paradas
Tecnologia

Porsche está com disco novo nas paradas

Terceira geração do Cayenne, que virá ao Brasil em 2018, tem freios com revestimento especial

Hairton Ponciano

13 de dez, 2017 · 4 minutos de leitura.

porsche
Freios do Porsche Cayenne
Crédito:Foto: Porsche
porsche

Entre as várias novidades da terceira geração do Cayenne, que chega ao Brasil no segundo semestre de 2018, há uma que pouca gente irá perceber. Trata-se de um novo revestimento feito de carboneto de tungstênio para os discos de freio. A tecnologia foi batizada de Porsche Surface Coated Brake (PSCB), ou freios com superfície revestida, em tradução livre.

A novidade consiste em uma espécie de cobertura feita com material altamente resistente, além de pastilhas desenvolvidas especialmente para atuar sobre esses discos. Segundo dados da marca alemã, essa tecnologia garante durabilidade até 30% maior ao conjunto em comparação com as peças de aço convencionais.

Outra vantagem é que, após cerca de 600 quilômetros rodados, a superfície dos discos fica polida e adquire visual espelhado (os ?normais? tendem a ficar opacos). Além disso, o novo revestimento gera menos pó resultante do atrito entre disco e pastilhas. Com isso, as rodas permanecem limpas por mais tempo, ainda de acordo com informações da Porsche.


O PSCB é um equipamento de série da versão Turbo e opcional nas demais configurações do Cayenne. Para diferenciar o novo sistema do convencional, a marca adotou a pouco usual cor branca nas pinças ? a tonalidade é fora do padrão para esse tipo de componente.

A marca manteve a oferta do sistema de freios com discos de carbonocerâmica como opção mais cara. Nos dois sistemas há pinças com dez pistões nas rodas da frente e quatro nas de trás.

 


FREIO AERODINÂMICO

Outra novidade da Porsche no Cayenne de terceira geração é o defletor de ar móvel na tampa traseira, que atua também na frenagem.

O sistema tem quatro estágios: acima de 160 km/h, o spoiler sobe seis graus, para aumentar a pressão aerodinâmica sobre o eixo traseiro e, assim, melhorar a estabilidade. Com o modo esportivo ativado (Sport Plus), ele se eleva em 12,6°.


Se o teto solar estiver aberto, o spoiler sobe 19,9° acima de 160 km/h, para compensar a turbulência. Por fim, na posição ?Airbrake?, o defletor sobe 28,2° se o Cayenne for freado acima de 170 km/h.

Em frenagens iniciadas a 250 km/h, a Porsche informa que o dispositivo é capaz de reduzir a distância de parada em cerca de dois metros.

Veja também: Carros que parecem ter saído de filmes