Renault Captur ganha tecnologias semiautônomas e motor híbrido

Versão europeia do crossover ganha uma nova geração com toda a tecnologia da nova geração do Clio

captur
RENAULT CAPTUR 2020 Crédito: RENAULT/DIVULGAÇÃO

O Renault Captur ganhou uma série de novas tecnologias para 2020. Sistema semiautônomo de condução, propulsão híbrida, faróis de LEDs, painel de instrumentos virtual. Tudo isso e muito mais, mas somente para o SUV vendido na Europa.

O novo modelo europeu, como o da geração anterior, é menor que o vendido no Brasil e na Rússia. Lá o modelo utiliza a base do Clio, que ganhou mudou de geração recentemente. Com a nova plataforma, o SUV também incorporou todas as tecnologias do hatch premium.

No visual, o SUV também evoluiu. Os faróis ganharam uma extensão em formato de “C”. As lentes formam um conjunto com a grade e o logo da Renault, no centro da dianteira. Há entradas de ar na parte inferior e extremidades do para-choque.

Atrás, as lanternas também ganharam formado de “C”. O espia é curto e parece dar pouca visibilidade, apesar de o estilo agradar.

captur
RENAULT/DIVULGAÇÃO

Em relação à antecessora, a nova geração do Captur europeu ficou maior. Está 11 cm mais comprida e com 2 cm a mais na distância entre os eixos. Por dentro, a novidade é a central multimídia virtual, que ocupa todo o painel.

A diferença entre o Captur e o Clio europeus é o que a Renault batizou de “Flying Console”. Trata-se de uma elevação na qual a alavanca de câmbio foi posicionada. Isso melhorou a ergonomia e liberou espaço para mais porta-objetos. Entre os opcionais há carregador da bateria do smartphone por indução (sem fio).

O porta-malas tem 536 litros de capacidade. O sistema de som pode ser da marca Bose com um subwoofer slim integrado ao painel lateral. Com isso, não rouba espaço para bagens e carga.

captur
RENAULT/DIVULGAÇÃO

A linha 2020 do Captur europeu terá opção de motores 1.0 e 1.3 a gasolina, ambos com turbo. A potência vai de 100 a 155 cv. Há ainda versões 1.5 turbodiesel de 95 cv e 115 cv. Dependendo da configuração, o câmbio pode ser manual de cinco ou seis marchas ou ainda automatizado de sete velocidades.

captur
RENAULT/DIVULGAÇÃO
Versão híbrida

Além das versões com motor apenas a combustão, o Captur 2020 terá opção híbrida do tipo plug-in. Além de recarregar parcialmente as baterias com a regeneração das frenagens, o carro pode ser “reabastecido” na tomada.

O SUV europeu pode rodar apenas no modo elétrico por até 45 km. Com a nova tecnologia, batizada de E-Tech, a Renault registrou mais de 150 novas patentes.

captur
RENAULT/DIVULGAÇÃO


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas