Notícias

Revise o carro antes de viajar nas férias

Checagem pode ser feita até em casa e diminui risco de pane e transtornos durante viagens longas

25 de nov, 2015 · 4 minutos de leitura.

Revise o carro antes de viajar nas férias
Crédito:Checagem pode ser feita até em casa e diminui risco de pane e transtornos durante viagens longas

Com a proximidade do fim de ano e das férias escolares, muita gente aproveita para viajar com a família. Mas, antes de pegar a estrada é preciso fazer uma revisão detalhada do carro, de modo a reduzir o risco de panes, uma vez que nesse período o veículo costuma rodar mais carregado e por períodos longos. Boa parte dos serviços deve ser feita em oficinas especializadas, mas muita coisa pode ser feita pelo próprio motorista, em casa mesmo.

A checagem de itens como velas e cabos deve ser feita por um profissional. O mesmo vale para componentes da suspensão, que serão mais exigidos em trajetos sinuosos.

Se os amortecedores apresentarem falhas, não controlarão de forma eficiente a oscilação da carroceria. Em manobras bruscas isso pode comprometer o controle adequado do carro, com risco de acidente.

Outra recomendação é fazer o alinhamento da direção e o balanceamento das rodas. Se o volante estiver trepidando ou “puxando” para um dos lados é sinal de problemas.

Esses serviços custam, em média, R$ 120. “É importante manter as revisões em dia, o que evita a necessidade de intervenções severas antes da viagem”, diz o dono da Motorfast (5505-6741), na zona sul, Bruno Tinoco.

Na oficina cobram-se cerca de R$ 350 pela troca de óleo de motor e filtros.
Várias empresas oferecem pacotes de serviços de revisão para quem vai viajar. Os preços variam de acordo com o modelo e ano do veículo.

Solução caseira.Entre os itens que o motorista pode checar em casa estão o funcionamento de luzes, como lanternas, faróis e setas, e o limpador de para-brisa. Não se deve esquecer de conferir o estado do pneu estepe, macaco e chave de roda, bem como a validade da documentação do veículo e do motorista.

O nível de fluidos como óleo do motor e a solução do sistema de arrefecimento podem ser checados em casa ou mesmo no posto de abastecimento. Assim como a calibragem dos pneus, incluindo o estepe.

Aliás, o motorista deve verificar o estado dessas peças. Para saber se estão em ordem, basta checar o TWI, uma espécie de “calombo” dentro do sulco, cuja altura é de 1,6 milímetro e que, ao ser alcançada, indica que é hora de fazer a troca.


Com a proximidade do fim de ano e das férias escolares, muita gente aproveita para viajar com a família. Mas, antes de pegar a estrada é preciso fazer uma revisão detalhada do carro, de modo a reduzir o risco de panes, uma vez que nesse período o veículo costuma rodar mais carregado e por períodos longos. Boa parte dos serviços deve ser feita em oficinas especializadas, mas muita coisa pode ser feita pelo próprio motorista, em casa mesmo.

A checagem de itens como velas e cabos deve ser feita por um profissional. O mesmo vale para componentes da suspensão, que serão mais exigidos em trajetos sinuosos.

Se os amortecedores apresentarem falhas, não controlarão de forma eficiente a oscilação da carroceria. Em manobras bruscas isso pode comprometer o controle adequado do carro, com risco de acidente.

Outra recomendação é fazer o alinhamento da direção e o balanceamento das rodas. Se o volante estiver trepidando ou “puxando” para um dos lados é sinal de problemas.

Esses serviços custam, em média, R$ 120. “É importante manter as revisões em dia, o que evita a necessidade de intervenções severas antes da viagem”, diz o dono da Motorfast (5505-6741), na zona sul, Bruno Tinoco.

Na oficina cobram-se cerca de R$ 350 pela troca de óleo de motor e filtros.
Várias empresas oferecem pacotes de serviços de revisão para quem vai viajar. Os preços variam de acordo com o modelo e ano do veículo.

Solução caseira.Entre os itens que o motorista pode checar em casa estão o funcionamento de luzes, como lanternas, faróis e setas, e o limpador de para-brisa. Não se deve esquecer de conferir o estado do pneu estepe, macaco e chave de roda, bem como a validade da documentação do veículo e do motorista.

O nível de fluidos como óleo do motor e a solução do sistema de arrefecimento podem ser checados em casa ou mesmo no posto de abastecimento. Assim como a calibragem dos pneus, incluindo o estepe.

Aliás, o motorista deve verificar o estado dessas peças. Para saber se estão em ordem, basta checar o TWI, uma espécie de “calombo” dentro do sulco, cuja altura é de 1,6 milímetro e que, ao ser alcançada, indica que é hora de fazer a troca.