Você está lendo...
Salão de Nova York é das marcas europeias
Notícias

Salão de Nova York é das marcas europeias

Land Rover, Mercedes e BMW têm as principais estreias da mostra, que tem sua edição mais badalada

17 de abr, 2014 · 8 minutos de leitura.

 Salão de Nova York é das marcas europeias


Conceito Discovery Vision dará vida a três novos modelos

Primeiro salão automotivo da história dos Estados Unidos - a edição inaugural foi em 1900 -, a mostra de Nova York nunca foi tão badalada quanto em 2014. E não por causa das marcas da casa, que investiram pesado no Salão de Detroit, a capital do automóvel, em janeiro. Quem está comandando o evento da capital do mundo, que abriu as portas ao público na sexta-feira, são montadoras europeias - especialmente a Land Rover, Mercedes-Benz e BMW.


A inglesa escolheu Nova York para fazer seu anúncio mais importante dos últimos anos. Com um verdadeiro "carnaval", que incluiu irreverente festa em museu aeronáutico às margens do Rio Hudson e anúncio de parceria com a primeira empresa comercial a fazer voos para o espaço sideral (a Virgin Galactic), a montadora revelou o Discovery Vision.

Este conceito dará origem a uma nova família de modelos, como a Range Rover. Dois veículos estão confirmados. O primeiro será o Discovery Sport, de porte menor que o do protótipo, a ser lançado no ano que vem. Já o sucessor do Discovery 4 (cujas dimensões são as mesmas do modelo conceitual) deve chegar em 2016.

Diretor de marketing da companhia, Phil Popham afirma que deverá haver um terceiro modelo, ainda mais compacto que o Sport, para suceder o Freelander. De acordo com fontes, este carro é cotado para ser produzido na fábrica que a Land Rover vai inaugurar em 2016 em Itatiaia, no Rio de Janeiro.


Já a Mercedes revelou o S63 AMG Coupé, que tem motor V8 biturbo de 5,5 litros e 577 cv, capaz de levá-lo de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos, de acordo com a fabricante. Nos dias de prévia do salão, era, junto com o Discovery Vision, o modelo que mais atraía olhares. Sua chegada ao Brasil deve ocorrer até o fim do ano que vem.

A BMW tem duas importantes estreias. A versão conversível do M4 tem motor biturbo V6, com 3 litros e 425 cv. De acordo com a montadora, acelera de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos. Há também o crossover X4, um mini-X6.


++ Siga o Jornal do Carro no Facebook
++ Salão do Automóvel de SP já tem ingressos à venda



EM BREVE NO PAÍS

Estão com passaportes carimbados para o Brasil alguns modelos reestilizados. Entre eles há o mexicano Jetta, que ganhou mudanças - principalmente na dianteira - e ficou ainda mais parecido com o Passat. Deve ser lançado no País até o início de 2015.

A versão sedã do Focus também apareceu de cara nova - recebendo a nova grade frontal da Ford, como já havia sido feito com o hatch. O modelo argentino, que é vendido no Brasil, também deve receber as atualizações, mas não antes do ano que vem - já que a nova geração foi lançada na América do Sul em 2013.


Também mudou de visual o Toyota Camry, que ficou com dianteira mais moderna e semelhante à do Corolla americano. O Carnival, da Kia, é outro que recebeu reestilização, além de mais itens de segurança. Ambos serão vendidos no Brasil, mas em datas ainda não reveladas. Já o Hyundai Sonata, que surgiu em Nova York em nova geração, não é mais oferecido no País.



AMERICANAS

Os grupos Chrysler e General Motors investiram em reestilizações e novas versões. Para apresentar a especificação norte-americana do Renegade, que já havia sido mostrado em março, no Salão de Genebra (Suíça), e será produzido no Brasil a partir de 2015, a Jeep armou uma pista off-road na área externa do Jacob Javits, pavilhão onde é realizado o salão.


Já a Dodge, que também faz parte do Grupo Chrysler, mostra importantes mudanças externas e internas para Charger e Challenger. Este ainda ganhou motor V8 de 6,4 litros, com 425 cv de potência.

A GM montou um pavilhão exclusivo para as marcas Chevrolet, Buick e GMC, no qual realiza uma exposição de Corvettes e Camaros de corrida e uma área para promover a estreia do novo filme da franquia "Transformers", em 27 de julho.

Entre as atrações da Chevrolet, há a versão conversível do Corvette Z06, com 625 cv, e versões com leves mudanças visuais de Tracker (que nos EUA se chama Trax) e Cruze. As alterações do sedã não devem ser aplicadas na versão feita no Brasil. Isso porque a nova geração do carro será apresentada na semana que vem, no Salão de Pequim.


VIAGEM FEITA A CONVITE DA LAND ROVER


Deixe sua opinião