Você está lendo...
Sumida do mapa, Subaru surge com SUV elétrico Solterra STI no Japão
Notícias

Sumida do mapa, Subaru surge com SUV elétrico Solterra STI no Japão

Subaru apresentou o conceito Solterra STI no Salão de Tóquio; irmão gêmeo do Toyota bZ4X carrega visual esportivo, mas deve manter a mesma motorização elétrica de 215 cv

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

20 de jan, 2022 · 5 minutos de leitura.

Subaru
Subaru Solterra STI tem adereços em tom vermelho cereja e rodas de 20" pintadas em preto
Crédito:Subaru/Divulgação

A Subaru está meio sumida desde o início da pandemia da Covid-19. A japonesa quase não lançou novos carros no período e tem aparecido mais como coadjuvante da Toyota no projeto dos veículos elétricos compartilhados pelas empresas. Entretanto, O Subaru Solterra apareceu no Salão de Tóquio (Japão), realizado em meados de janeiro, mostrando que marca ainda tem suas cartas na manga.

O nome do SUV vem das palavras latinas "Sol" e "Terra", e a ligação com a Toyota está no seu DNA. Ele é consgruído sobre a a plataforma e-TNGA e, dessa forma, é um irmão gêmeo do Toyota bZ4X - primeiro carro 100% movido a baterias da Toyota. A estreia do Subaru Solterra, aconteceu no fim de 2021, nos Estados Unidos. Com 4,69 metros de comprimento por 1,65 m de altura, o modelo tem entre-eixos de 2,85 m e, assim, disputará vendas entre os SUVs elétricos de porte médio, como o Volkswagen ID.4.

Subaru
Subaru/Divulgação

O conceito apresentado durante o Salão de Tóquio traz a esportividade pedida pelos modelos STI. Visualmente, tem spoilers em tom vermelho cereja. A mesma cor aparece, também, em detalhes das rodas de 20" do carro, predominantemente pintadas de preto, assim como alguns elementos da carroceria.

Sobre a tampa do porta-malas, em síntese, um aerofólio em cor preta carrega a inscrição STI nas laterais. Na outra extremidade da carroceria, dúvidas. Afinal, a Subaru não revelou detalhes técnicos sobre a novidade. O interior também não foi mostrado.

Subaru
Subaru/Divulgação

Versão original

Na versão encontrada nas lojas americanas, todavia, o Subaru Solterra tem bateria de íons de lítio que rendem 354 km de autonomia. Os dois motores elétricos geram 215 cv de potência, enquanto o torque máximo fica em 25,2 mkgf - força que é transmitida ao solo pelas quatro rodas.

O Solterra STI, cabe sailentar, trata-se de um carro-conceito. A princípio, a Subaru não levantou a possibilidade de uma versão de produção do modelo.

STI E-RA também foi destaque

Outra novidade da Subaru na mostra japonesa atende pelo nome de STI E-RA. Também elétrico, usa quatro motores, um em cada roda - a saber, são fornecidos pela Yamaha. Juntos eles são capazes de gerar mais de 1.070 cv. Com vetorização de torque, cada propulsor pode ter potência alternada instantaneamente.


Subaru/Divulgação

A ideia da marca japonesa consiste em montar um programa de desenvolvimento na pista com o modelo ao longo do ano. Na sequência, vai levá-lo à tradicional Nürburgring (Alemanha), onde tentará alcançar um tempo de volta menor que os 6min25s91 do recorde atual para carros elétricos. O mesmo Salão de Tóquio, por fim, foi palco ainda para os modelos BRZ, WRX e Levorg, também com uma mãozinha da STI.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se