Supercarros são pagos com bitcoins nos Estados Unidos

Concessionária na Califórnia negociou um Pagani Huayra e Bugatti Chiron e recebeu o pagamento em bitcoins

Crédito: Pagani

Depois de um começo titubeante, as bitcoins finalmente começam a deslanchar pelo mundo, conquistando a confiança de mais investidores e passando a ser protagonista de transações financeiras cada vez maiores. Prova disso é que carrões já estão sendo pagos com a moeda virtual nos Estados Unidos. Uma concessionária na Califórnia negociou um Pagani Huayra e um Bugatti Chiron, em uma transação de mais de US$ 6 milhões (R$ 19 milhões).

Os dois superesportivos em questão têm pegadas diferentes. O Chiron é mais discreto, com pintura preta e interior em tons de preto e cinza, enquanto o Huayra é uma extravagância só, com seu acabamento exterior de fibra de carbono e detalhes nas cores prata e vermelha.

Volatilidade

Não que tenha sido a primeira vez que a criptomoeda foi usada na compra e venda de um carro, mas negócios desse tipo ainda estão engatinhando. Uma explicação possível pode estar no caráter volátil do bitcoin. Enquanto as moedas tradicionais são relativamente estáveis ​​em termos de valor, a cotação das criptomoedas pode sofrer oscilações grandes e inesperadas.

Com isso, se houver um grande repique de valor para baixo, a quantidade de bitcoins que comprou esses dois carrões pode não comprar nem meio carro na semana seguinte.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas