Notícias

SUV elétrico BMW iX3 ganha novo visual e lembra modelos a combustão

SUV elétrico da BMW estreia no Salão do Automóvel de Munique, entre os dias 7 a 11 de setembro; iX3 muda estética e se parece mais com o X3

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

22 de ago, 2021 · 5 minutos de leitura.

BMW
BMW iX3 se baseou nas modificações estéticas recebidas pela versão a combustão
Crédito:BMW/Divulgação

Os carros elétricos estão cada vez mais comuns até mesmo no visual. No começo de setembro, o Salão do Automóvel de Munique, na Alemanha, será palco da apresentação do novo BMW iX3. O SUV elétrico da marca bávara ganhará visual atualizado por fora e por dentro bem parecido com o X3 tradicional, que usa motores a combustão. Entretanto, o modelo manterá a mecânica 100% elétrica que estreou há um ano.

Como novidade, destaque para a os faróis - iluminados por LEDs - mais afilados e entradas de ar (o famoso duplo rim) com dimensões maiores. Na parte de trás, a novidade fica por conta do difusor esportivo. Lanternas têm novo efeito tridimensional. O modelo vem, de fábrica, com o pacote M Sport. Nesse sentido, tem design mais agressivo. Rodas têm 19" e 20" como opcionais.

BMW/Divulgação

Da porta para dentro, mais redesenho. São novos o console central, os assentos exclusivos e os acabamentos. Há, contudo, um novo painel de instrumentos digital com tela de 12,3 polegadas e tela central com as mesmas medidas.

Na lista de equipamentos, soluções como sistemas de assistência ao motorista - com assistente de faixa, controlador de velocidade adaptativo, entre outros itens - e sistema de navegação baseado em nuvem, o BMW Maps. Tem ainda, nesse sentido, assistente pessoal, atualização remota de software e Apple CarPlay e Android Auto.

A marca tem, todavia, os pacotes Inspiring e Impressive. Neles, o modelo pode ter desde suspensão adaptativa e teto panorâmico até sistema de som Harman Kardon, dependendo da escolha.

Motor elétrico de 286 cv

Para se mover, o SUV da BMW tem motor elétrico que traciona as rodas traseiras e gera potência de 210 kW - equivalente a 286 cv. São, no entanto, 40,8 mkgf de torque - como em todo carro elétrico, disponível 100% do tempo.

BMW
BMW/Divulgação

Com isso, vai da inércia aos 100 km/h em 6,8 segundos. A velocidade máxima fica em 180 km/h (limitada eletronicamente). De acordo com a marca alemã, a bateria do iX3 tem 80 kWh. A mecânica estreia a quinta geração da tecnologia eDrive, que permite ampliar a autonomia máxima para até 460 km (Ciclo WLTP). O componente, por fim, pode ser recarregado de 10 a 80% em pouco mais de 30 minutos, informa a marca. Na tomada de casa, por meio da BMW Wallbox (de 11 kW), o iX3 pode ter 100% de carga em menos de 8 horas.

A produção para o mercado local e exportação - feita pela joint venture BMW Brilliance em Shenyang, China - fica para o mês que vem. Na Europa, entretanto, será lançado ainda neste ano. Por lá, custará 67.300 euros (quase R$ 420 mil na conversão direta). De acordo com a BMW, não há previsão de chegada do modelo no Brasil.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se