Você está lendo...
Toyota trabalha em carro para explorar a lua e homenageia Land Cruiser
Mercado

Toyota trabalha em carro para explorar a lua e homenageia Land Cruiser

Chamado de “Lunar Cruiser”, carro terá espaço para viver, trabalhar e se comunicar do espaço; Toyota prevê lançamento no final dessa década

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

06 de fev, 2022 · 6 minutos de leitura.

Toyota Lunar Cruiser
Lunar Cruiser terá espaço para dois astronautas
Crédito:Divulgação/Toyota

Em 2019, a Toyota firmou um acordo com a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), sobre uma possível colaboração na exploração espacial internacional. A parceira, até então, previa construir um rover para ser tripulado. Pois essa meta começa a se tornar realidade. Na semana passada, a marca japonesa e a agência aprovaram o projeto do Lunar Cruiser, nome dado em homenagem ao SUV Land Cruiser.

De acordo com o líder do projeto, Takao Sato, o ''carro espacial'' terá um espaço onde as pessoas podem viver, trabalhar e se comunicar com segurança. Dessa forma, o Lunar Cruiser poderá, por exemplo, ajudar os astronautas a explorar as mais regiões mais distantes. Além disso, por ser pressurizado, os ocupantes não precisam utilizar trajes espaciais em seu interior.

''Vemos o espaço como uma área para nossa transformação que ocorre uma vez a cada século. Ao ir ao espaço, poderemos desenvolver outras tecnologias que serão valiosas para a vida humana'', comentou Sato.


Divulgação/Toyota

Desenvolvimento

Embora esteja na fase inicial, o projeto já está em desenvolvimento há alguns anos. No entanto, não há muitos detalhes a respeito do modelo. Atualmente, as empresas estão focadas em construir peças teste para cada parte do rover.

O que se sabe até o momento, é que a Toyota trouxe a Gitai Japan - empresa focada em robótica - para elaborar um braço que fará parte do Lunar Cruiser. A tecnologia vai fornecer serviços como coleta e manutenção. No projeto, há uma espécie de ''garra'' que poderá ser trocada por outras ferramentas com o intuito de escavar, levantar e varrer.


As especulações dizem que o veículo vai medir um pouco menos de 6 metros de comprimento e terá espaço para acomodar até dois astronautas. O lançamento, segundo a Toyota, está previsto até o final dessa década.

Divulgação/Toyota

GM também fara carro lunar, elétrico e autônomo

Ainda nessa linha espacial, a General Motors (GM) fará o novo carro lunar da Nasa, bem como uma próxima geração de veículos para a missão que promete retornar à Lua em 2024. Para isso, a missão será feita em colaboração com a gigante de tecnologia aeroespacial, Lockheed Martin.


Assim, o plano anunciado pelas duas empresas aponta primeiro para a construção de um novo carro lunar, o LTV (sigla em inglês, para "veículo de transporte lunar"). Depois, outros modelos mais complexos devem ser entregues também.

A ideia é que os veículos sejam elétricos e tenham tecnologia de condução autônoma, tornando a descoberta da superfície da Lua mais ágil e eficiente.


Montadoras no espaço

Por sinal, não é a primeira vez que a GM participa de programas espaciais da Nasa. A fabricante automotiva participou daquela que deve ser a missão mais famosa da agência espacial, a do programa Apollo 11.

Na viagem, que levou o primeiro homem à Lua, em 1969, a GM desenvolveu e forneceu equipamentos dos sistemas de navegação e direção, tanto do foguete, quanto dos módulos lunares.

Em seguida, a fabricante ainda construiu chassis e baterias dos veículos lunares para as missões Apollo 15 a 17, nos anos de 1971 e 1972. Até então, os veículos lunares tinham capacidade de percorrer só oito quilômetros por causa das limitações técnicas.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião