Você está lendo...
Up, enfim, vai bem em vendas; veja ranking
Notícias

Up, enfim, vai bem em vendas; veja ranking

Emplacamento caiu 26,7%, o pior resultado em 8 anos, e nenhum carro superou a barreira das 10 mil vendas

07 de mar, 2015 · 5 minutos de leitura.

 Up, enfim, vai bem em vendas; veja ranking


O técnico de futebol Carlos Alberto Parreira, que já comandou a seleção brasileira (de 1991 a 1994 e de 2003 a 2006), foi muito criticado quando disse que o gol era apenas um detalhe. É assim, como coadjuvante, que o Gol (da Volkswagen) vem figurando no ranking de vendas. Mais emplacado do País por 27 anos seguidos, o hatch perdeu a liderança em 2014 e vem sofrendo para permanecer entre os dez mais. Em fevereiro, aparece na oitava posição de vendas, segundo dados da Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionárias.


Até mesmo "em casa" o Gol vai mal: foi ultrapassado pela dupla Fox/CrossFox, e por muito pouco não perdeu a segunda colocação para o Up!. O mais novo VW nacional, aliás, voltou a aparecer entre os queridinhos do público e foi o nono mais vendido no mês passado.

Para complicar a situação do Gol, uma fonte da VW disse que sua nova geração não virá neste ano. Assim, não há motivos para crer em qualquer reação do hatch antes de 2016.

Em fevereiro, com queda de vendas de autos e comerciais leves de 26,7% ante janeiro, quase todos os modelos apresentaram retração. O que variou foi o tamanho do tombo.


O Up!, por exemplo, subiu duas posições no ranking (de 11º para 9º), mas porque caiu menos que a média: de 6.780 unidades em janeiro para 5.509 em fevereiro. No mesmo período, alguns carros despencaram. É o caso do Chevrolet Onix - de 13.462 unidades em janeiro para 6.914 no mês passado.

Como não ocorria há muito tempo, nenhum veículo conseguiu superar a barreira de 10 mil unidades vendidas. O Fiat Palio, que mais uma vez foi o líder, fechou fevereiro com 9.205 emplacamentos - no mês anterior foram 14.431 carros.


Na contramão. Em um mês tão fraco, alguns poucos veículos conseguiram crescer em vendas. Foi o caso, por exemplo, de quatro sedãs.

O Toyota Corolla (foto acima), líder entre os sedãs médios, vendeu 4.399 unidades em fevereiro (4.020 em janeiro). O Honda Civic, vice-líder da categoria, registrou alta de 2.345 para 2.418 vendas. Já o Citroën C4 Lounge emplacou 550 unidades - no mês anterior foram 527. Outro destaque foi o Honda City, que subiu de 2.575 para 2.739 vendas.

No geral, o mercado de carros de passeio e comerciais leves desabou. A queda foi de 243.895 unidades em janeiro para 178.822 em fevereiro. No bimestre, a retração foi de 22,5%.


Segundo dados da Fenabrave, esse foi o pior fevereiro dos últimos oito anos. Mesmo considerando que houve menos dias úteis (17), por causa do carnaval, a queda foi substancial.

Deixe sua opinião