Notícias

Veículo elétrico explode na China durante carregamento

Vídeo mostra explosão de SUV compacto elétrico Baic BJEV EC5 em estacionamento, durante recarga de baterias na China. Ninguém se feriu

Redação

02 de set, 2020 · 5 minutos de leitura.

eletrico" >
Veículo elétrico explode na China durante carregamento
Crédito:Reprodução Internet

Na China, um Baic BJEV EC5 explodiu durante uma recarga de bateria. O fato aconteceu num estacionamento da cidade de Sanming, na China. No vídeo (que você confere abaixo), é possível notar que o carro elétrico estacionado já está sendo resfriado, com água, pelos bombeiros. Porém, segundos depois, acontece a explosão.

Portas, tampa do porta-malas e outros componentes do SUV compacto ficaram espalhados pelo local. Felizmente, as chamas foram contidas e ninguém se feriu. Outros veículos estacionados nas proximidades também ficaram ilesos.

O que mais impressiona é a falta de conhecimento dos bombeiros. Ainda mais em se tratando de China, onde modelos com propulsão elétrica são mais comuns. O fato é que água jamais deve entrar em contato com lítio (material presente na bateria do carro). Essa combinação pode liberar hidrogênio gasoso - altamente inflamável. Por isso, o alto risco de incêndio.

Que carro elétrico é esse?

O modelo trata-se da versão elétrica do BAIC X25, produzido localmente pela Beijing Automotive Industry Corporation. Sua motorização é composta por um propulsor elétrico com potência de 107 cv. As baterias são capazes de render autonomia superior a 400 quilômetros. Por lá, foi lançado tem pouco mais de um ano.

Tipos de propulsão

Para explicar a diferença entre motorização elétrica, híbrida e híbrida plug-in, vale uma breve explicação. A primeira delas - esta que equipa o carro chinês em questão - trabalha apenas com propulsor elétrico. Não há qualquer consumo de combustível e, consequentemente, a emissão de gases poluentes é zero.

Além de recarga por meio de baterias, esse tipo de veículo também tem carga regenerada quando o veículo desacelera ou freia. Hoje em dia, há modelos que rondam os 600 km de autonomia com uma única carga.

Os híbridos convencionais usam dois tipos de motor, um elétrico e outro a combustão. Uma das vantagens dessa tecnologia é a redução no consumo de combustível do veículo e o menor índice de emissão de gases poluentes. Aqui, o uso do motor elétrico diminui o tempo de funcionamento do populsor a combustão.

Em alguns modelos, a função do motor elétrico é apenas auxiliar o motor a combustão. Porém, outros, há condução exclusivamente elétrica. Contudo, carro híbrido não pode ser recarregado em tomadas.

O contrário acontece nos modelos dotados de tecnologia plug-in. Como a própria denominação sugere, os modelos híbridos plug-in podem ser carregados externamente por meio de ligação à rede elétrica. Neles, é possível transitar exclusivamente com a energia do motor elétrico. Finda sua carga, o motor passa a ser alimentado com a energia gerada pelo motor a combustão. Também usa a energia desperdiçada durante as frenagens como recarga.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se