Veja como será o novo Hyundai HB20

Hyundai HB20 ganha atualizações profundas no visual, interior, motor, equipamentos e também na plataforma

hb20
Projeção de como será o HB20 feita pelo Jornal do Carro Crédito: Kleber Silva/Estadão

O novo Hyundai HB20 chegará ao Brasil no último trimestre deste ano completamente atualizado. A linha de compactos da marca sul-coreana (hatch, em versão “normal” e aventureira “X”, e sedã) teve o desenho da dianteira, traseira e laterais renovado, ganhou interior mais refinado, ficou mais equipada e será oferecida apenas com motor 1.0 de três cilindros e até 120 cv.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Essa é a potência do propulsor com turbo, que já foi oferecido no modelo, mas agora tem injeção direta de combustível. Além dos 15 cv a mais de potência, houve ganho no torque (de 2 mkgf), que passou a 17 mkgf a 1.500 rpm, mesmo giro no qual a força total surgia no 1.0 anterior.

O motor TGDI será oferecido nas versões de topo – com isso, o 1.6 de até 128 cv sai de cena. Para as configurações mais caras, o câmbio será automático de seis velocidade. A Hyundai não confirmou se haverá opção de câmbio manual (também de seis velocidades).

O 1.0 Kappa aspirado, assim como o câmbio manual de cincos marchas, serão mantidos nas versões de entrada. A potência é de até 80 cv e o torque, de 10,2 mkgf, surge às 6.200 rpm. Todos os números foram obtidos com 100% de etanol no tanque, segundo informações da Hyundai.

O Hyundai creceu 3 cm no entre-eixos e comprimento (sedã e HB20X) – o hatch ficou 2 cm mais comprido e agora tem 3,94 metros. A largura foi ampliada entre 2 cm (hatch e sedã) a 3 cm (HB20X). O porta-malas do sedã ganhou 25 litros, passando a 475 l , e do hatcha foi mantido com 300 litros de capacidade.

hb20
Kleber Silva/Estadão

Novo HB20 foi totalmente redesenhado

No visual, o novo HB20 traz vários elementos apresentados pela marca no Saga, protótipo revelado durante a edição de 2018 do Salão do Automóvel de São Paulo. A dianteira, por exemplo, mudou bastante.

Não há ainda uma imagem oficial do carro, que só está rodando camuflado. Mas o modelo foi mostrado por completo durante a apresentação técnica e estas projeções, feitas por Kléber Silva, mostram como será o desenho final do modelo.

Há novas grade (preta no hatch e cromada no sedã), com oito barras verticais, cujo estilo ficou mais “agressivo”. A do HB20X também é preta, mas tem desenho em forma de colméia.

O conjunto formado pelos faróis e quase totalmente liso (há vincos apenas nas laterais), lembram o visual do Ford Focus de primeira geração. O grupo óptico manteve o filete de LEDS de uso diurno e as lentes estão mais afiladas.

Há uma profusão de recortes e ressaltos no para choque e na parte inferior da dinteira. O resultado é que o estilo do novo modelo agrada, mas pode ficar datado rapidamente. As laterais também têm novos vincos e deixaram a carroceria com um aspecto mais “musculoso”.

SIGA O JORNAL DO CARRO NO INSTAGRAM

Atrás, no hatch as novas lanternas avançam pelas laterais dos para-lamas e se parecem bastante com as do BMW X1. O limpador traseiro foi deslocado para cima e pareve flutuar sobre o vidro. O para-choque está mais encorpado e, no centro da peça, há um ressalto na altura em que fica o puxador externo da tampa do porta-malas.

Sedan do HB20 tem traseira bem resolvida

O desenho da traseira do sedã, por sua vez, ficou muito bem resolvido. As linhas das lanternas também parecem ter sido inspiradas nas de um BMW (do sedã Série 5). A tampa do bagageiro, com um pequeno vinco na extremidade superior, deixou o carro muito elegante.

O para-choque, repleto de vincos, destoa das linhas minimalistas do restante do conjunto. Na parte inferior há uma área em baixo relevo com espaço para fixação das placas.

Cabine recebeu atenção especial

A cabine do novo HB20 também mereceu bastante atenção dos projetistas da Hyundai. O quadro de instrumentos, assim como os controles do som, ar-condicionado e central multimídia, bem como o volante, foram redesenhados. De modo geral, o painel, sobretudo a parte central, que era vertical, agora ficou horizontal.

Entre os destaques para as versões mais caras está o quadro de instrumentos que mescla elementos analógicos (conta-giros, à esquerda) e digital. À direita agora há uma pequena tela horizontal que lembra o computador de bordo do Chevrolet Onix.

Novos também são os comandos do ar-condicionado na parte central do painel. Entre os botões que ajustam o fluxo (à esquerda) e a temperatura (à direita), há um visor digital redondo por meio do qual dá para checar dados como a temperatura e para onde o ar está direcionado.

Multimídia tem tela flutuante

O sistema de conectividade do HB20 ganhou boas atualizações. Compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto, o dispostivo agora tem tela de 8 polegadas sobre o console central. Ao deixá-la alinhada com o quadro de instrumentos, os projetistas desenharam um conjunto bastante harmonioso, uma vez que a tela não se destaca demasiadamente.

Um nicho para guardar pequenos objetos, localizado à frente da alavanca de marchas, veio a calhar. Como há uma cobertura retrátil, é possível deixar o celular e a carteira, por exemplo, protegidos de olhares curiosos. Essa solução também deu um aspecto mais refinado ao carro.

Entre os assentos dianteiros agora há um descança-braço com um aplo compartimento para carregar e/ou guardas objetos pessoais. Entre as opções de acabamento há materais como couro e superfícies do tipo preto brilhante.

Aliás, os pacotes de itens para o mercado brasileiro ainda estão sendo definidos. O certo é que os quatro air bags, o sistema de frenagem de emergência em caso de colisão frontal iminente e o Stop&Go, dispositivo que desliga e religa o motor sozinho em caso de paradas de semáforo e congestionamentos, por exemplo, virão em todas as versões.

Por falar nisso, há discussões internas acerca da manutenção ou não dos nomes das opções atuais. É bem provável que as nomeclaturas mudem. Já os nomes HB20 (hatch), HB20S (sedã) e HB20X (hatch de apelo aventureiro) serão mantidos.

Recheio inédito

Haverá várias novidades nos pacotes de equipamentos do novo HB20 para o Brasil. Entre elas estão chave presencial e partida do motor por meio de um botão, haletas atrás do volante para trocas manuais de marcha, alerta de mudança involuntária de faixa de rolamento e controlador de velocidade de cruzeiro.

No quesito segurança também há boas notícias. O novo HB20 passa a ter controles eletrônicos de tração e estabilidade, apoio de cabeça para um eventual quinto ocupante e cintos de segurança de três pontos para quem viaja atrás.

Dos recursos eletrônicos chama a atenção o alerta de queda da pressão dos pneus, a porta USB no console central para recarregamento rápido de telefones celulares e a câmera na traseira. Os bancos dianteiros também ganham sistema de regulagem por meio de alavanca. Até agora os ajustes eram feitos por meio de botão giratório.

Base atualizada

Embora a Hyundai trate o HB20 como uma nova geração, não se trata de troca de plataforma, mas de uma atualização da base anterior. O aumento da distância entre os eixos, por exemplo, foi obtida graças a alterações nos pontos de fixação de partes com a carroceria.

A utilização de aço de alta resistência na construção da carroceria passou de 19% para 30%. Com isso, a resistência à torção aumentou 19%, de acordo com informações da Hyundai.

Os preços não foram revelados, mas certamente serão mais altos que os do modelo atual, que vai dos R$ 44.500 aos R$ 65 mil. Por isso é possível supor que a tabela do novo modelo tenha valores iniciais entre R$ 48 mil e R$ 70 mil.

O JORNALISTA VIAJOU A CONVITE DA HYUNDAI MOTORS

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas