Mercado

Vendas da primeira quinzena indicam retomada em dezembro

Mesmo com alta, dezembro depende de fatores como férias coletivas e disponibilidade de peças para ser considerado o melhor em vendas do ano

Vagner Aquino

17 de dez, 2020 · 6 minutos de leitura.

vendas
Representante da indústria de carros, a Anfavea vai apresentar um estudo ao governo para mostrar a necessidade de se fazer uma reforma tributária no país
Crédito:Marcio Fernandes/Estadão

A queda nas vendas foi um dos principais efeitos sentidos no setor automotivo durante a quarentena imposta pelo risco de contágio da Covid-19. A boa notícia é que, aos poucos, os baixos resultados estão se revertendo. De acordo com dados, dezembro já emplacou 104.112 veículos na primeira quinzena. Ou seja, 11% a mais que o mesmo período de novembro.

Porém, com a reinvenção total dos hábitos da população por causa do novo Coronavírus (que já registra mais de 7 milhões de casos no Brasil, de acordo com números das Secretarias Estaduais de Saúde), muita gente deixou a compra do carro de lado. Prova disso é a queda de 10% em vendas de automóveis e comerciais leves nos primeiros 15 dias de dezembro na comparação com igual período de 2019.

Uma das causas para essa baixa em relação aos anos anteriores é a falta de produtos. Isso é consequência da paralisação das fábricas de veículos e fornecedores na primeira metade do ano (principalmente nos meses de março e abril), alcançando a menor produção da história. No quarto mês de 2020, apenas 1,8 mil veículos saíram das linhas de produção nacionais. Isso quer dizer que houve queda de 99% ante as 190 mil unidades do mesmo mês de 2019.

vendas
GM/DIVULGAÇÃO

Média diária de vendas

Caso a média diária de vendas de automóveis e comerciais leves seja mantida até o fim do mês, dezembro pode fechar com quase 235 mil emplacamentos. De acordo com o consultor Paulo Garbossa, da ADK Automotive, até ontem (16), vendeu-se média diária de 10,6 mil unidades/dia. "Mas, ainda assim, não podemos precisar que este deve ser o melhor mês de 2020", salienta.

Ele afirma que, além de dezembro ser marcado por férias coletivas (já a partir de sexta-feira, 18), a Anfavea alertou que a falta de peças pode parar a produção em breve. "Os estoques estão bem abaixo do que seria considerado normal. Talvez o mês não siga o mesmo ritmo da primeira quinzena. Mas, ainda assim, pode registrar um bom resultado perto do que estamos vivendo".



vendas
HYUNDAI/DIVULGAÇÃO

Marcas

Que o Chevrolet Onix será o veículo mais vendido de 2020 é inegável. Porém, a disputa por marca segue acirrada. Apesar de ter emplacado 18.694 unidades na primeira metade deste mês, a marca da gravata dourada perde o topo do pódio (por apenas 8 unidades) para a Fiat. A montadora italiana, que vendeu 18.702 no período, vêm se destacando no segmento de comerciais leves, afinal, as picapes Strada e Toro seguem bombando em suas respectivas categorias. A Volkswagen fica em terceiro na quinzena, com 17.249 unidades.

Os dados preliminares da Fenabrave, associação que reúne os concessionários do País aponta que, até essa quinta-feira (17), o hatch da GM permanece intacto, na primeira posição. No total, foram 8.798 unidades emplacadas. No segundo lugar, o irmão sedã Onix Plus, com 7.395. O feito repete a dobradinha do mês passado.

Chevrolet/Divulgação

Embora tenha conseguido a liderança de mercado em outubro, a Fiat Strada (5.552 unidades) vem perdendo o terceiro lugar para o Hyundai HB20, que apesar de ter zerado nos testes de impacto do Latin NCAP divulgados na semana passada, conseguiu vender 6.009 unidades nos primeiros 15 dias do último mês do ano.

Na lista, Jeep Renegade e Volkswagen T-Cross seguem firmes no top 10 dos modelos mais vendidos. Ou seja, a preferência por veículos dessa categoria fica cada vez mais evidente no mercado. Confira, abaixo, os dez modelos mais emplacados nos primeiros 15 dias de dezembro:

Continua depois do anúncio

1º ? Chevrolet Onix: 8.798
2º ? Chevrolet Onix Plus: 7.395
3º ? Hyundai HB20: 6.009
4º ? Fiat Strada: 5.552
5º ? Fiat Argo: 5.259
6º ? Jeep Renegade: 4.345
7º ? Ford Ka: 4.235
8º ? Fiat Toro: 4.061
9º ? Volkswagen T-Cross: 4.039
10º ? Volkswagen Gol: 4.015

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se