Vídeo mostra Porsche Cayman no Brasil batendo com violência

Motorista aparentemente perde controle do Porsche Cayman e acerta pelo menos um Onix, antes de colidir de frente com base de placa de publicidade

Porsche Cayman
Antes da batida, o Porsche Cayman era muito semelhante a este, incluindo a cor Crédito: Porsche/Divulgação

De vez em quando, mostramos aqui aqueles vídeos com acidentes incomuns, normalmente envolvendo esportivos raros e caros. A maioria das barbeiragens costuma vir da Rússia, onde tudo é filmado. Pois este, infelizmente, vem de perto. Muito perto. A vítima desta vez é um Porsche Cayman S. E as cenas (fortes) se passam aqui mesmo, no Brasil.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

+ Cayman e Boxster voltam a receber motor aspirado

+ Avaliamos o Cayenne Coupé

Essa não é uma daquelas situações que começam bem e depois as coisas vão piorando. Ou que começa mal e tem final feliz. Aqui, tudo já começou errado, e termina mais errado ainda.

Veja também a avaliação do novo 911:

O motorista desce da calçada para a rua como se não houvesse nenhuma depressão entre o passeio e o asfalto. Já seria ruim com um carro de pessoas mortais. Vindo de um esportivo alemão, julgue você mesmo. Com certeza, nessa descida o carro raspou a parte de baixo. Mas isso não era nada perto do que estava por vir.

Bem, o Porsche abandona a companhia do Lamborghini – que permanece em segurança, ufa – e sai para o que pode ter sido o seu último passeio, pelo menos pelos próximos tempos.

Cayman tem 325 cv e tração traseira

Na saída, aparentemente o motorista finca o pé no acelerador de tal forma que o carro derrapa perigosamente de traseira, e quase invade a faixa contrária. Desse risco de acidente ele escapou, porque não havia nenhum carro passando naquele instante.

Pois o motorista manteve o pé no pedal e o Cayman continuou a dançar na avenida. A traseira foi do lado esquerdo para o direito, até que o condutor, num átimo de juízo, alivia o pé do acelerador e aplica os freios. Dá para ver as luzes se acendendo momentaneamente na traseira.

Quando parecia que tudo havia voltado ao controle, veio a sequência.

Logo à frente, o Cayman faz uma curva arrojada à direita e é a última imagem que guardaremos dele em movimento – e inteiro. Isso porque, na continuação da filmagem, ele aparece com a frente inteiramente destruída, após colidir com um Chevrolet Onix e depois com a base de uma placa de publicidade.

Aparentemente, o Cayman abatido era da terceira geração (981). Na versão S, o cupê era equipado com motor 3.4 aspirado de 325 cv. O esportivo é reconhecido por ter uma dirigibilidade excepcional. Mas, pelo que mostra o vídeo, ele não é à prova de barbeiragem.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais