Notícias

Volks reestiliza Passat para os EUA

Mercado americano terá de se contentar com modelo redesenhado no lugar da nova geração europeia

22 de set, 2015 · 3 minutos de leitura.

Volks reestiliza Passat para os EUA
Crédito:Mercado americano terá de se contentar com modelo redesenhado no lugar da nova geração europeia
Nada de nova geração para os EUA. Acaba de estrear no mercado americano uma versão reestilizada do Volkswagen Passat. O sedã, produzido na fábrica da marca em Chattanooga, no Tennessee, é oferecido por US$ 22.440, algo em torno de R$ 90 mil.

Em termos visuais, o três volumes ganhou novo capô, para-lamas, grade, faróis de LED e lanternas. A versão R-Line, mais incrementada, tem saias laterais, para-choque com detalhes na cor preta, difusor traseiro e rodas de alumínio de 19 polegadas. Nada tão diferente, no entanto, do visto na nova geração lançada na Europa.

Por dentro, o Passat teve o volante redesenhado e ganhou um sistema multimídia compatível com interfaces Apple CarPlay e Android Auto. O painel agora tem dois tons e há detalhes cromados e em preto brilhante. Um sistema de aquecimento para os bancos traseiros é opcional.

A lista de itens de segurança é vasta e traz um sistema de frenagem automática pós-colisão desde a versão de entrada. Para a intermediária e topo de linha, são de fábrica o detector de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de saída de faixa e assistente automático de estacionamento.

São três motorizações disponíveis para o mercado americano: um 1.8 turbo de quatro cilindros a gasolina, um 2.0 a diesel e um V6 3.6 a gasolina. A transmissão é automática de seis velocidades.

[galeria id="21377"]


Nada de nova geração para os EUA. Acaba de estrear no mercado americano uma versão reestilizada do Volkswagen Passat. O sedã, produzido na fábrica da marca em Chattanooga, no Tennessee, é oferecido por US$ 22.440, algo em torno de R$ 90 mil.

Em termos visuais, o três volumes ganhou novo capô, para-lamas, grade, faróis de LED e lanternas. A versão R-Line, mais incrementada, tem saias laterais, para-choque com detalhes na cor preta, difusor traseiro e rodas de alumínio de 19 polegadas. Nada tão diferente, no entanto, do visto na nova geração lançada na Europa.

Por dentro, o Passat teve o volante redesenhado e ganhou um sistema multimídia compatível com interfaces Apple CarPlay e Android Auto. O painel agora tem dois tons e há detalhes cromados e em preto brilhante. Um sistema de aquecimento para os bancos traseiros é opcional.

A lista de itens de segurança é vasta e traz um sistema de frenagem automática pós-colisão desde a versão de entrada. Para a intermediária e topo de linha, são de fábrica o detector de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de saída de faixa e assistente automático de estacionamento.

São três motorizações disponíveis para o mercado americano: um 1.8 turbo de quatro cilindros a gasolina, um 2.0 a diesel e um V6 3.6 a gasolina. A transmissão é automática de seis velocidades.