Volkswagen e GM travam ‘guerra’ nas redes sociais

Problema na apresentação virtual do novo Tracker fez Chevrolet e VW trocarem alfinetadas nas redes sociais

redes sociais
Nova geração do Tracker tem amplas melhorias em relação a antiga Crédito: Chevrolet/Divulgação

Chevrolet e Volkswagen vêm travando uma “guerra” nas redes sociais. Tudo começou quando a montadora alemã fez piada com um problema técnico ocorrido durante a apresentação do Tracker, feita pela internet. Ao mostrar o porta-malas do SUV, a tampa traseira do Tracker se recusou a abrir ao vivo.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A Volkswagen então publicou um vídeo com um Tiguan Allspace dizendo “tem alguém se arrependendo em comprar um SUV que não abre o porta-malas?”. A “cutucada” veio porque a Chevrolet fez uma campanha antes do lançamento do carro. Nela, avisava que compradores de outros SUVs se arrependeriam de não esperar o Tracker.

Hoje, a GM respondeu no Instagram com uma imagem do porta-malas do Tracker, finalmente, aberto, e respondendo a provocação. “Se a VW criou polêmica com o porta-malas fechado no lançamento do novo Tracker, imagina como vai ser quando virem que ele ficou maior que o do T-Cross. E ainda vem com uma surpresinha”, disse a marca no post das redes sociais.

Esta última provocação pode ter a ver com acesse a internet wi-fi, que vem de série em todas as versões do Tracker, e que não existe nem como opcional no SUV da Volkswagen.

Tracker antigo era ainda menor

O bagageiro do novo SUV tem 393 litros, ante 373 litros do T-Cross. A diferença, que nem é das maiores, faz o Tracker ter porta-malas bem maior do que o antecessor, inclusive. O tamanho do bagageiro era um dos pontos críticos do antigo modelo, que levava apenas 306 litros.

Pôneis malditos

Este tipo de ação de marketing não é muito usada no Brasil. Ficou em evidência na época dos pôneis malditos da Nissan, em 2010, que criou toda uma campanha anual de forma bastante divertida, zombando das concorrentes de forma caricata. Um deles chegou a mostrar engenheiros da Ford como rappers ostentação.

Nos Estados Unidos isso é comum em todos os segmentos. Citando diretamente a marca concorrente, inclusive. A mesma prática, pelas duas serem americanas, tem sido usada no Brasil pelo McDonald’s e pelo Burguer King, que ficam se provocando nas redes.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais