Você está lendo...
Volkswagen Fox sai de linha na Argentina
Notícias

Volkswagen Fox sai de linha na Argentina

Fox vendido na Argentina era produzido no Brasil. Fim do modelo por aqui também pode estar próximo

Redação

08 de mai, 2020 · 4 minutos de leitura.

fox
Fox é vendido no Brasil em apenas duas versões, Connect e Extreme
Crédito:Volkswagen/Divulgação
fox

A Volkswagen encerrou as vendas do Fox na Argentina. O modelo era exportado do Brasil para o país vizinho desde 2005, dois anos após o lançamento por aqui. O fim do hatch no mercado argentino pode indicar que o mesmo ocorrerá no Brasil em breve.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

O fim da produção do modelo é especulado desde o ano passado, quando a gama de versões foi enxugada. Atualmente o Fox só é vendido em duas versões, Connect e Extreme, ambas 1.6 e com preços partindo de competitivos R$ 51.990.


Um dos motivos para o fim do Fox é que com o lançamento do Nivus e a perspectiva de novos modelos, o hatch perca sentido na linha da VW. Além do Nivus, a marca deverá lançar um terceiro SUV compacto, de porte menor que a Nivus e T-Cross.

O Fox foi lançado no Brasil em 2003 num cenário bem diferente do atual. Especulava-se, inclusive, que o modelo poderia substituir o Gol, ainda o chamado de GIII na época. O Fox era mais moderno e também trazia versões "peladas", com motor 1.0 e até carroceria duas portas.


A primeira fase do modelo trazia acabamento pobre, com plásticos de baixa qualidade, e chegou a ser exportada para a Europa. Depois, o Fox ainda passou por duas reestilizações, que também incluíram melhorias internas.

O modelo chegou a ter versões mais luxuosas, com direito a bancos de couro e teto solar elétrico, bem como o malfadado câmbio automatizado i-Motion. Essas variantes foram descontinuadas com a chegada do Polo, em 2018. O Fox também deu origem à simpática perua SpaceFox, com a qual compartilhou a base mecânica.

Risco geral

O Fox não é o único a estar na corda bamba na linha da Volkswagen. O Up! também poderá seguir o mesmo caminho. O modelo perdeu as versões de entrada e é vendido em apenas três configurações, MPI, Connect e Extreme. Os preços se sobrepõem aos do Polo, maior e mais equipado, o que tornam a vida do Up! mais difícil.


A pá de cal para os dois modelos poderá ser os reflexos da pandemia do novo coronavírus, que reduziu ainda mais as margens para modelos menos rentáveis.