Emily Nery, para o Jornal do Carro

19/02/2021 - 8 minutos de leitura.

Volkswagen Up! e Fiat Uno sairão de linha em 2021

Novas baixas apontam para o fim dos modelos de entrada. Up! dará lugar ao Polo Track e Fiat focará no SUV do Argo e nos motores turbo

up
Volkswagen up! Xreme Crédito: Volkswagen/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Se não bastasse o ano começar com a notícia do encerramento das fábricas da Ford e consequentemente o fim da produção do Ka, parece que 2021 ainda terá mais baixas entre os modelos de entrada. O longevo Fiat Uno parece estar perto da aposentadoria. Junto a ele, o Up! também deixa a gama da Volkswagen.

O Volkswagen Up! receberá pedidos até abril ou, no mais tardar, maio. Conforme matéria do jornalista Jorge Moraes, do Uol Carros, o hatch de entrada saíra de cena para chegada do Volkswagen Taos. Portanto, o Up! encerra a jornada de sete anos de vendas no Brasil.

Aliás, a tímida troca de linha já anunciava que ele estava próximo de ser descontinuado. O veículo foi homologado para transportar somente quatro pessoas a bordo, perdeu a versão de entrada e só era vendido na versão Xtreme, por R$ 60.690.

volkswagen fiat e toyota up!
Dos três modelos de entrada do comparativo, somente o Fiat Mobi viverá neste ano

Ela dispõe do motor 1.0 TSI turbo e flexível de até 105 cv e 16,8 mkgf. Na Argentina, o modelo saiu de linha em outubro para não ter que se readaptar às novas regulamentações de segurança.

Dessa forma, os números de venda também desanimavam a montadora. Em 2020, a Volkswagen vendeu apenas 6.924 unidades do Up!, cuja produção ocorreu em 2019. Isso porque a fabricante não produziu o compacto durante todo o ano passado.

Up! já vendeu quase 60 mil unidades no ano

Em termos de comparação, logo quando chegou ao Brasil, em 2014, o modelo produzido em Taubaté (SP) emplacou 58.854 unidades, de acordo com a Fenabrave. Vale reiterar que na época a versão de entrada custava R$ 26.900, enquanto a que dispunha de câmbio automatizado saía por R$ 30.990.

Mesmo assim, o carro que entrou no mercado para vender mais do que o Gol, nunca nem chegou perto do sucesso do veterano. Ele até apresentava uma boa proposta: adotava tecnologias e avanços de segurança que eram pouco comuns no segmento, tinha o valor de reparo mais barato do país, era econômico e oferecia uma carroceria extremamente rígida.

Todavia, o Gol ainda era mais barato que o Up!. E a maioria dos consumidores optou por não trocar o hatch velho conhecido dos brasileiros por um novo produto ainda mais caro. Seus concorrentes diretos, o Mobi e o Kwid, ganhavam pelo apelo no preço.

volkswagen polo track up! sairá de linha
Polo Track é a versão aventureira do hatch, e deverá ter adesivos e molduras nas laterais, além da identificação na porta e suspensão levemente elevada, entre outras pequenas mudanças Projeção @kdesignag

Embora a Volkswagen tenha afirmado que o “modelo continua em produção”, sua saída é praticamente certeira. Assim, a fábrica de Taubaté abrirá espaço para produzir o Polo Track, futura versão aventureira do hatch.

Fiat Uno está próximo do adeus

Após quase quatro décadas no mercado, o emblemático carro da Fiat está com os dias contados. A Fiat estava próxima de anunciar o fim do Uno, mas com a descontinuidade do Ka, ela achou que o hatch poderia ganhar uma sobrevida. O que, provavelmente, não acontecerá.

Fiat-Uno-frente2

Lá em 2016, quando o Mobi estreou, trazendo uma proposta mais moderna, mas com um preço menor, o Uno perdeu boa parte de suas vendas. Além disso, para encaixar o novo carro de entrada na gama, a Fiat precisou reposicionar o Uno. Sem trazer grandes melhorias, ele ficou mais caro.

Para se ter uma ideia, em 2015, quando o Uno já não estava em seus melhores momentos, ele vendeu quase 80 mil unidades. Então, bastou o Mobi entrar em cena que no ano seguinte o hatch emplacou cerca de 34 mil unidades.

Chegada do Mobi no mercado afetou fortemente as vendas do Uno

Modelo chegou a emplacar quase 230 mil unidades em 2010

Vale lembrar que em 2010, ano em que o “Novo Uno” estreou com um novo apelo mas urbano, novos equipamentos e design. A fim de não perder o rol de vendas, a Fiat manteve o Uno Mille em produção. Em 12 meses, as vendas da dupla se aproximaram dos 230 mil unidades e quase ultrapassaram o líder VW Gol.

Contudo, em 2013 o Mille precisou sair de linha: as novas normas do Contran obrigavam todos os veículos a saírem de fábrica com freios ABS e airbags frontais. Não era o caso da “Botinha Ortopédica”.

iphone 12
Mille precisou sair de linha por não dispor de freio ABS e airbags dianteiros e assim não atender as normas do Contran. FOTO DIVULGACAO

O triste fim do Uno ocorre em um momento em que suas vendas são desanimadoras. Em 2020, 22.737 unidades foram emplacadas, montante muito menor do que os dias de glória do compacto.

Atualmente, seus preços vão de R$ 52.851 a R$ 60.485, nas versões que usam os motores da família antiga família de propulsores Fire: o 1.0 de quatro cilindros e 75 cv, 1.0 três cilindros com 77 cv e o 1.3 de quatro cilindros e 107 cv.

Embora o modelo ainda seja procurado por frotistas, a Fiat tem uma série de novos produzir para introduzir neste ano. O SUV do Argo é uma das grandes apostas para o mercado neste ano. Além disso, receberemos a nova linha da Fiat Strada, que terá câmbio automático, e a nova picape Toro que terá os novos motores 1.0 turbo e 1.3 turbo da família Firefly.



Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Fiat Argo 1.0 Flex