Você está lendo...
VW mostra Passat 'nervoso' com 280 cv em Detroit
Notícias

VW mostra Passat 'nervoso' com 280 cv em Detroit

Série especial GT tem motor V6 de 3,6 litros e detalhes esportivos por dentro e por fora

Redação

15 de jan, 2018 · 3 minutos de leitura.

Crédito: Volkswagen
Crédito:

A Volkswagen apresentou no Salão de Detroit (Estados Unidos) uma configuração mais apimentada para o sedã Passat. Derivada da opção R-Line, a edição limitada GT nasceu de pesquisas feitas com consumidores e concessionários da marca nos EUA e é uma espécie de sucessora informal do antigo CC existente na geração passada do modelo.

O novo Passat GT traz o mesmo motor V6 de 3,6 litros e 280 cv que equipava o CC (as versões de linha do sedã são equipadas com um 2.0 turbo de 200 cv), acoplado a uma transmissão automática de seis marchas, com paddle shifts para trocas manuais.

Os detalhes esportivos estão no exterior e na cabine. Do lado de fora, há teto pintado de preto, grade dianteira exclusiva do tipo colmeia, rodas de liga leve de 19 polegadas, dupla saída de escape e os mesmos frisos horizontais vermelhos do Golf GTi.


Por dentro, os bancos são de couro sintético preto com detalhes em cinza e o acabamento tem revestimentos que imitam fibra de carbono e também no padrão black piano. A central multimídia é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e tem uma tela de 6,3 polegadas.

Serão quatro as opções de pintura: branca, prata, cinza e preta. O preço nas autorizadas norte-americanas partirá de US$ 29.940.

Mais barato no Brasil

Enquanto isso, no Brasil, o Passat entrou em 2018 custando menos. A Volkswagen reduziu o preço do modelo, que chega importado da Alemanha, em R$ 13.510. A tabela era de R$ 178.310 e passou a R$ 164.620.


Como extras, há pinturas metálica (R$ 1.750) ou perolizada (R$ 2.500) e teto solar (R$ 5.370).