VW T-Cross é o SUV mais barato de consertar segundo o Cesvi

Modelo obteve classificação 13, quase três vezes melhor que a do segundo colocado na categoria, o Peugeot 2008

T-Cross
Volkswagen T-Cross Crédito: Crédito: Volkswagen/Divulgação

O Volkswagen T-Cross só chega ao mercado no mês que vem. Mas sua estreia já é cercada de expectativas, aumentadas ainda mais com o novo resultado do Índice Car Group de reparabilidade divulgado pelo Cesvi. Nele consta que o T-Cross é o SUV mais barato de consertar, muitos pontos à frente do segundo colocado, o Peugeot 2008.

Outra boa notícia para quem pretende comprar o T-Cross quando ele começar a ser vendido é que este baixo número impacta na confecção do seguro do carro.

Criado em 1997, o índice CAR Group compara veículos de uma mesma categoria quanto à facilidade e o custo de seu reparo. São realizados testes de impacto de baixa velocidade (15 km/h), com colisão de 40% da dianteira esquerda e 40% da traseira direita.

Saiba mais sobre Volkswagen T-Cross

O T-Cross brasileiro é ligeiramente maior que o europeu. Mas mantém as linhas gerais. O interior é mais espaçoso, graças ao entre-eixos do Virtus, de 2,65 metros. A mudança aumentou o comprimento do carro em expressivos 8,5 centímetros, para 4,19 metros. O T-Cross nacional também é 10 milímetros mais alto que o europeu, com 1,56 metro. O porta-malas pode ter entre 373 litros e 420 litros, dependendo da posição dos bancos traseiros.

Por aqui, ele estará disponível com o 1.0 de três cilindros e 128 cv (200 TSI, o mesmo do Polo) e com o 1.4 de quatro cilindros e 150 cv (250 TSI, do Golf). O primeiro poderá receber câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. O segundo, apenas automático. Assim como na Europa, o T-Cross não deverá ter nenhuma versão com tração integral. Nós já andamos na versão europeia do modelo. Confira:

Andamos no novo SUV compacto da VW

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas