Mustang e Hummer ‘viram’ elétricos. Puro marketing?

Fabricantes usam emblemas famosos para chamar atenção para seus novos modelos elétricos. Mustang Mach-E causou polêmica e GM confirmou volta da Hummer, mas só para jipes elétricos

elétricos
Mustang Mach-E deu o que falar no fim de 2019 Crédito: Lefteris Karagiannopoulos/Reuters

Depois da Ford causar polêmica ao dar o nome Mustang para seu primeiro carro exclusivamente elétrico, a GM deverá usar a Hummer para marcar sua entrada no segmento de crossovers elétricos. Isso fará a extinta marca de origem militar ressurgir das cinzas com uma proposta radicalmente diferente da inicial.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

Independentemente da marca, são dois nomes icônicos, cada um a seu modo, no universo automotivo que foram associados a modelos elétricos. O caso do Mustag Mach-E é ainda mais curioso, já que o novo carro em nada tem a ver com o esportivo tão conhecido. Salvo por referências no design, o Mach-E não pode ser considerado um “SUV do Mustang” em nenhum aspecto.

O caso da Ford é claro, o Mustang é um dos nomes mais fortes do portfólio da marca, logo, associá-lo a um modelo que precisa vender bem pode soar como uma escolha senstata. O nome “famoso” certamente chamou ainda mais atenção para o carro do que se ele tivesse um outro nome, ainda que também conhecido. Segundo especialistas, a Ford apostou no clássico “falem mal, mas falem de mim”, para chamar atenção para seu novo carro.

Com o Mach-E, a fabricante americana precisa entrar com os dois pés no mercado de elétricos premium, dominado pela Tesla. Apenas nos Estados Unidos, o Model 3, de entrada, vendeu mais de 120 mil unidadades.

Além disso, a Ford chamou seu novo carro de Mustang simplesmente porque ela pode fazer isso. O esportivo é um dos pilares da marca e a última iteração do modelo se provou um grande sucesso. Diante disso, o Mach-E é quase uma homenagem ao esportivo que moldou a Ford nos últimos anos.

Hummer elétricos

A GM deve percorrer um caminho semelhante com a Hummer. A marca, que começou fazendo jipes militares para o exército americano, pode voltar com uma prerrogativa totalmente diferente da original.

Os rumores do retorno da Hummer já têm pelo menos seis meses e a GM já indicou que ela poderá ser uma sub-marca da GMC. O primeiro produto poderá ser, aliás, uma picape, modelo raro na gama da Hummer original. A marca antiga, aliás, foi fechada por problemas financeiros da GM. Também por fazer carros beberrões e poluidores demais.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas