História

Protótipo raríssimo de Mustang vai a leilão

Exemplar único é mais curto que modelo de produção, foi rejeitado pela fábrica e sobreviveu a mais de 50 anos

28 de dez, 2014 · 4 minutos de leitura.

Protótipo raríssimo de Mustang vai a leilão
Crédito:Exemplar único é mais curto que modelo de produção, foi rejeitado pela fábrica e sobreviveu a mais de 50 anos
Exemplar único é mais curto que modelo de produção, foi rejeitado pela fábrica e sobreviveu a mais d

Um protótipo de Ford Mustang vai a leilão em março de 2015, nos Estados Unidos, e deve ultrapassar o valor de US$ 500 mil. Isso porque o exemplar foi desenvolvido pela própria montadora, a partir do modelo da primeira geração, conhecido Mustang 1964 1/2. O III Shorty é 406 milímetros, ou 16 polegadas, mais curto do que a versão que foi para as ruas e é um carro único, produzido para teste a partir da ideia do designer Vince E. Gardner, responsável por muitos projetos de sucesso. O modelo teve o entre-eixos encurtado, além de uma traseira com desenho exclusivo.

Além da extremidade traseira mais curta, o Shorty tem carroceria feita de fibra de vidro e é equipado com motor V8 do Mustang 260 aumentado para 302 polegadas, ou seja, 5,0 litros, alimentado por três carburadores e conectado a um câmbio automático.

Mas se você considera que "apenas" esses predicados não são suficientes para que o protótipo Mustang atinja as altas cifras no leilão, o Shorty também tem uma história única interessante no quesito sobrevivência.

Como a Ford decidiu não produzir a versão encurtada, o exemplar foi no Museu Henry Ford, e seria, depois, destruído. Porém, para não ter sua "criação" esmagada, o designer Gardner roubou o protótipo do museu e o escondeu em um armazém alugado. A Ford deu queixa do roubo mas a polícia só encontrou o veículo em 1965, quando o proprietário do armazém resolveu demolir a parede que escondia o carro, já que Gardner pagou o aluguel somente do primeiro mês.

Com a contenda, o Mustang Shorty acabou sendo comprado pelo funcionário da companhia de seguros e foi posteriormente vendido para o atual proprietário, que providenciou, no começo dos anos 2000 uma restauração completa para o Shorty.

O leilão será promovido pela América Leilões, no dia 28 de março, em Fort Lauderdale, na Flórida. E além da expectativa pelo valor, será o início de mais um capítulo na surpreendente história do Mustang Shorty.


[galeria id="13779"]


Exemplar único é mais curto que modelo de produção, foi rejeitado pela fábrica e sobreviveu a mais d

Um protótipo de Ford Mustang vai a leilão em março de 2015, nos Estados Unidos, e deve ultrapassar o valor de US$ 500 mil. Isso porque o exemplar foi desenvolvido pela própria montadora, a partir do modelo da primeira geração, conhecido Mustang 1964 1/2. O III Shorty é 406 milímetros, ou 16 polegadas, mais curto do que a versão que foi para as ruas e é um carro único, produzido para teste a partir da ideia do designer Vince E. Gardner, responsável por muitos projetos de sucesso. O modelo teve o entre-eixos encurtado, além de uma traseira com desenho exclusivo.

Além da extremidade traseira mais curta, o Shorty tem carroceria feita de fibra de vidro e é equipado com motor V8 do Mustang 260 aumentado para 302 polegadas, ou seja, 5,0 litros, alimentado por três carburadores e conectado a um câmbio automático.

Mas se você considera que "apenas" esses predicados não são suficientes para que o protótipo Mustang atinja as altas cifras no leilão, o Shorty também tem uma história única interessante no quesito sobrevivência.

Como a Ford decidiu não produzir a versão encurtada, o exemplar foi no Museu Henry Ford, e seria, depois, destruído. Porém, para não ter sua "criação" esmagada, o designer Gardner roubou o protótipo do museu e o escondeu em um armazém alugado. A Ford deu queixa do roubo mas a polícia só encontrou o veículo em 1965, quando o proprietário do armazém resolveu demolir a parede que escondia o carro, já que Gardner pagou o aluguel somente do primeiro mês.

Com a contenda, o Mustang Shorty acabou sendo comprado pelo funcionário da companhia de seguros e foi posteriormente vendido para o atual proprietário, que providenciou, no começo dos anos 2000 uma restauração completa para o Shorty.

O leilão será promovido pela América Leilões, no dia 28 de março, em Fort Lauderdale, na Flórida. E além da expectativa pelo valor, será o início de mais um capítulo na surpreendente história do Mustang Shorty.