Redação

17/04/2020 - 4 minutos de leitura.

Volkswagen Kombi faz 70 anos de muita história

Kombi foi um dos primeiros veículos a serem produzidos no Brasil e foi um dos marcos da indústria automobilística brasileira

kombi
Kombi teve muitas variantes produzidas, como uma versão picape Crédito: Volkswagen/Diuvlgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

É dificil encontrar um brasileiro que não tenha alguma história que envolva uma Volkswagen Kombi. O modelo chegou ao Brasil em 1957, mas seu lançamento data de 1950, como a Volkswagen Type 2, fabricada a partir da base do primeiro Fusca na Alemanha. A Kombi era feita no Brasil ainda com peças importadas, e um foi um dos primeiros carros produzidos no Brasil. Antes dela, apenas a Romi Isetta e e a DKW Vemaguet, de 1955 e 1956 respectivamente.

CURTA O CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

O conceito da Kombi foi desenvolvido pelo holandês Ben Pon, que viu na plataforma do primeiro Fusca, o Type 1, possibiidades de criar um furgão comercial. Os primeiros protótipos são ainda do fim dos anos 40, com Ben Pon tentando aprovar o desenho do modelo junto à Volkswagen. O modelo tinha o mesmo entre-eixos do Fusca, já que usava a mesma estrutura.

A Kombi foi precursora em vários aspectos, com sua construção do tipo monobloco. O modelo foi um dos primeiros do tipo “forward control”, com o motorista à frente de todos os comandos, com motor e todos os outros sistemas posicionados abaixo ou atrás do condutor. Esse tipo de configuração permitia melhor aproveitamento do espaço interno. Isso era crucial para uma base pequena como a do Fusca.

O primeiro motor da Kombi alemã era um 1.1 boser com apenas 24 cv. Depois, o furgão foi recebendo melhorias, como motores mais potentes e mais capacidade de carga.

Por aqui, o modelo começou a ser produzida no Brasil em 1957 com motor e câmbio ainda importados da Alemanha. A potência já era de 36 cv, maior do que a do modelo de 1950.

A partir de então, o modelo brasileiro recebeu diversas melhorias ao longo dos anos. Mudanças no desenho das portas, melhorias na cabine e motores mais fortes estiveram entre as principais diferenças da Kombi no Brasil. No entano, o modelo feito em São Bernardo do Campo (SP), se manteve na mesma geração. Ela sempre foi muito semelhante à primeira dos anos 50.

Kombi brasileira

No Brasil, a história da Kombi é longa, tanto que o furgão foi produzido ininterruptamente pela Volkswagen brasileira entre 1957 e 2013. Isso fez da Kombi um dos modelos com mais tempo de produção ininterrupta do mundo. A Kombi só saiu de linha por causa das novas regras de segurança veicular que entraram em vigor em 2014. Elas exigiam air bags e freios ABS em todos os carros produzidos no País.

Em outros mercados, a Kombi recebeu novas gerações, e a Volkswagen até hoje produz modelos comerciais com relação distante com a “velha senhora”. Ainda assim, o modelo é, junto com o Fusca, um dos modelos mais emblemáticos já produzidos no País.

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais