Carros legais que o mercado ignorou

1/12

Volkswagen Golf Variant

A receita parecia infalível: um carro com a dirigibilidade do Golf, só que com o porta-malas de uma perua. E, além disso, está em um mercado praticamente sem concorrentes. Mas aparentemente também sem compradores. Apesar da boa mecânica, da dirigibilidade de hatch, do bom nível de equipamentos e do bagageiro espaçoso, a perua do Golf nunca vendeu bem. Em março, foram 58 unidades.

2/12

Jaguar XE

O sedã inglês tem acabamento exemplar, além de estilo moderno e agressivo. Mas não consegue nem se aproximar de concorrentes alemães como BMW Série 3 (212 unidades em março), Audi A4 (124) e Mercedes-Benz Classe C (92). Foram apenas 24 unidades no mês passado.

3/12

Kia Picanto

O pequeno hatch importado da Coreia do Sul tem o mesmo motor 1.0 de três cilindros do primo Hyundai HB20, além de um bom acabamento. Mas teve somente 28 unidades licenciadas em março, contra 12.918 unidades do líder Chevrolet Onix.

4/12

Volvo V40

A marca sueca tem concentrado suas vendas na trinca de SUVs (XC40, 60 e 90). Com isso, o V40 tem ficado de escanteio, apesar de suas belas linhas. Foram 47 unidades em março. Como comparação, o grandalhão (e caro) XC90 teve 80 unidades emplacadas no mesmo mês.

5/12

Audi A3 Sportback

A versão sedã do A3 até que não foi tão mal em março (211 unidades), mas o Sportback (22 carros) ficou bem abaixo de suas potencialidades.

6/12

Ford Fiesta sedã

O sedã importado do México tem boa dirigibilidade e estilo ainda competitivo, mas está virando raridade nas ruas. Em março, foram 191 unidades licenciadas. O Volkswagen Virtus, atual líder do segmento, teve 3.059 unidades emplacadas.

7/12

Ford Focus sedã

O Focus sempre foi um carro bom de guiar. É espaçoso, rápido, tem direção bem calibrada e belas linhas. A versão sedã ganhou o pomposo nome de 'Fastback', mas as vendas nunca foram 'fast': em março, apenas 282 unidades foram negociadas, número bem distante dos ponteiros da categoria, caso de Corolla (5.395 veículos), Honda Civic (2.784) e Chevrolet Cruze (1.720).

8/12

Nissan Sentra

Há quem diga que o segmento dos sedãs médios é território dos japoneses. Mas, se é verdade que Toyota Corolla e Honda Civic dominam esse setor, o Nissan Sentra não consegue ser nem a terceira força. O modelo teve 378 unidades vendidas no mês passado.

9/12

Citroën C4 Lounge

Desde que foi lançado, há cinco anos, o sedã da Citroën vem colecionando elogios da imprensa especializada. Afinal, tem boa mecânica, é ágil, bem acabado e espaçoso. Mas, se foi sucesso de crítica, o mesmo não se pode dizer do público. Em março, foram apenas 257 unidades, pouco mais de um dia de vendas do Corolla. Vamos ver se com a recente reestilização o modelo emplaca.

10/12

Renault Fluence

O sedã médio da Renault é um bom carro, mas pouca gente sabe. Em março, teve somente 94 unidades emplacadas, menos de um dia de vendas do Corolla. O preço também não ajuda: o Fluence mais barato custa R$ 99.350.

11/12

Mitsubishi Lancer

A Mitsubishi vendeu somente 122 unidades do sedã Lancer, volume que não reflete as qualidades do modelo, entre elas o visual agressivo e o motor 2.0 de 160 cv.

12/12

Hyundai Elantra

O Elantra é outro sedã que nunca deslanchou no Brasil, apesar de suas qualidades (como estilo e mecânica). Em março, foram 131 unidades.

Você também vai gostar de


o catálogo 0km do jornal do carro tem
ofertas imperdíveis de todas grandes marcas
Logo Jornal do carro
Preencha seus dados abaixo para...
Aceito receber informações e ofertas e que estou
de acordo com termos e condições
Quero receber ofertas do(s) modelo(s)

Obrigado! Em breve entraremos em contato.

x