Renault

RENAULT CAPTUR 2020

Renault Captur

Oferecer um SUV no mercado brasileiro sem câmbio automático é quase como tentar vender um automóvel sem volante. Esse item de conforto tornou-se órgão vital para o segmento dos utilitários esportivos.

É verdade que a família do Renault Captur sempre teve a versão Intense com esse tipo de transmissão de quatro marchas. Mas é um câmbio defasado e, sabendo disso, a marca francesa foi além com o Captur dotado de câmbio X-tronic CVT, que traz mais economia de combustível.

O CVT do Renault Captur não tem engrenagens e faz as trocas continuamente sem os costumeiros trancos da transmissão automática. Além de gastar menos combustível graças a relações mais longas, ele aumenta o conforto principalmente nos engarrafamentos das cidades.

Se o motorista preferir uma tocada mais convencional, o câmbio CVT de seis marchar do Captur tem a possibilidade de trocas manuais na alavanca de câmbio. Basta posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle.

Três princípios do Renault Captur

Segundo a Renault, o desenvolvimento do X-tronic foi baseado em três pontos principais: linearidade no desempenho, agilidade e prazer ao dirigir. O resultado pode ser percebido na prática, nas retomadas de velocidade ou saídas de semáforo.

Para os passageiros, a sensação é de conforto, por não sentir os incômodos “soluços” do motor quando trabalha ligado ao câmbio automático.

Por conta do CVT, o conjunto mecânico do Renault Captur ficou 10% menor e 13% mais leve, o que ajuda a elevar a eficiência do SUV, embora o motor 1.6 SCe não seja exatamente um primor de performance. Ele chega a 169 km/h de velocidade máxima e acelera de 0 a 100 km/h em 13,1 segundos.

Mas nem só de câmbios CVT e automático vive o Renault Captur, que é oferecido também em versão com transmissão manual, a Zen, que sai por R$ 82.490. O SUV conta ainda com as versões Intense 1.6 CVT e 2.0 automática e Bose 1.6 CVT e 2.0 automática, com preços que vão até R$ 99.490.

Prós

  • Consumo da versão CVT
  • Acabamento caprichado
  • Espaço interno

Contras

  • Desempenho da versão CVT não empolga
  • Não tem tração 4x4
  • Porta-malas é menor que o do Duster

Indicado para

Família
Lazer
Viagem

RENAULT CAPTUR

Preço

R$ 69.990

Carroceria

SUV

Motor

1.6 4 cilindros em linha

Transmissão

automática

Potência

118 (120)

Torque

4000 (4000)

Comprimento

4329

Altura

1619

Largura

1813

Distância entre eixos

2673

Porta-malas

437

Velocidade máxima

-169

Aceleração

(13.1)

Consumo urbano

10.5 (7.2)

Consumo rodoviário

11.7 (8.1)

Versões a partir de

R$ 69.990

3.1

3.1 de 5

Custo/Benefício

3

Design

3

Consumo

3.5

Potência

3

Tecnologia

3

Conforto

3.5

Acabamento

3.5

Manutenção

3

Revenda

2.5

Modelos similares

Versões a partir de

R$ 69.990