José Antonio Leme, de Milão, Itália

06/11/2019 - 6 minutos de leitura. Atualizado: 07/11/2019 | 9:12

Kawasaki renova Ninja 1000, Z650 e Z900 e apresenta a nova Z H2

Kawasaki aproveitou o Salão de Milão (EICMA) para renova com mais interatividade linha Z e Ninja 1000, além de mostrar a Z H2

milão
Nova Z H2 tem motor turbo de 200 cv Crédito: José Antonio Leme/Estadão
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A Kawasaki veio “armada até os dentes” para o Salão de Milão 2019. A empresa veio com quatro lançamentos. A marca mostrou a nova supercharged Z H2, que é a versão sem carenagem da H2, as renovadas Z650 e Z900. Também revelou a nova Ninja 1000 SX.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

A Z H2 foi o modelo que mais chamou a atenção do público. A esportiva sem carenagem chega às ruas com o mesmo motor quatro cilindros de 998 cm³ que rende 200 cv de potência da irmã com proteção aerodinâmica. O visual remete ao do restante da linha Z com um novo farol, mais robusto e luzes de LEDs.

Como nos outros modelos da linha Z, a Z H2 recebeum um novo painel de instrumentos de TFT colorido e pinças de freios da grife italiana Brembo. As suspensões são da Showa com o sistema de “big piston fork”, que separa nas duas colunas da suspensão dianteira a compressão do retorno e da pré-carga. O chassi em treliça, característica da marca, foi mantido.

Z650 e Z900

Na Z650 e Z900, as novidades são poucas, mas bem-vindas. Os dois modelos passaram por uma renovação no visual para se enquadrar na nova linguagem da família Z. Além disso, o novo painel de TFT permite que a moto seja conectada ao smartphone do piloto via aplicativo Rideology, da própria Kawasaki. Ele permite acessar funções via Bluetooth, como rota de GPS e serviço de manutenção na moto, além das notificações normais de hodômetro.

O banco traseiro da Z650 foi remodelado para melhorar o conforto do garupa por maiores distâncias. A Kawasaki aproveitou a renovação do visual para também adotar um novo jogo de pneus. Agora os Dunlop Sportmax Roadsport 2 são item de série na moto.

A Z900 tem as mesmas melhorias de visual, painel e tipo de pneus que a Z650, mas também entrega mais itens. Ela ganhou modos de condução com controle de tração (KTRC) e modos de potência. Todas as luzes são de LEDs. O motor quatro cilindros em linha rende 125 cv de potência, já em conformidade com o Euro5.

Ninja 1000 SX

Agora batizada de Ninja 1000 SX, a antiga Ninja 1000 Tourer, é o modelo que reúne esportividade e conforto para viagens. O conceito de Sport Touring do modelo quatro cilindros foi melhorado. A Kawasaki melhorou os bancos do piloto e garupa. Também incluiu uma eletrônica mais robusta.

Há controle de velocidade de cruzeiro, quick-shifter, que permite subir marchas sem acionar o manete de embreagem e modos de pilotagem integrados com o controle de tração e o modos de potência. O novo painel de instrumentos de TFT de 10,9″ polegadas é o mesmo utilizado nas Z650 e Z900.

Há LEDs diurnos, além de faróis, lanternas e setas de LEDs. O modelo também foi equipado com pneus Bridgestone Battlax Hypersport S22. O para-brisa pode ser ajustado em quatro posições para melhorar a proteção aerodinâmica. Além disso, a IMU (unidade de medição inercial) ajuda a lidar com a moto calculando velocidade e inclinação. Assim, entrega corretamente, potência, frenagem e intervenção da eletrônica.

Ela também pode ser equipada com o sistema Rideology de conexão via bluetooth ao smartphone e o aplicativo ao habilitar o sistema no painel. As malas, que podem ter até 28 litros cada, continuam a ser um opcional, mas a fixação já faz parte das alças nas quais o garupa se segura.

JORNALISTA VIAJOU A CONVITE DA HONDA

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais