Você está lendo...
Roubos e furtos de motos têm alta de 3,57%
Notícias

Roubos e furtos de motos têm alta de 3,57%

Levantamento feito pelo Grupo Tracker abrange julho, agosto e setembro de 2013

14 de out, 2013 · 2 minutos de leitura.

 Roubos e furtos de motos têm alta de 3,57%


Na tarde do último sábado (12/10), em São Miguel Paulista, na zona leste da Capital, um vigilante com uma câmera acoplada no capacete filmou um assaltante roubando sua moto e, em seguida, um policial militar atirando no criminoso. As imagens repercutiram na internet e foram comentadas até pelo governador Geraldo Alckmin.


Trata-se de um crime que vem crescendo em todo o País. Segundo dados do Grupo Tracker, empresa especializada em recuperação de veículos, o número de motos furtadas e roubadas no Brasil subiu 3,57% no terceiro trimestre deste ano, ante o mesmo período de 2012. Apenas neste ano, a empresa já recuperou 100 motocicletas roubadas, todas equipadas com um dispositivo de rastreamento.

E as motos não são as únicas afetadas pela crise de segurança. Nos últimos três meses, todas as categorias de veículos tiveram alta no número de roubos e furtos: automóveis (7,82%), utilitários (12,15%) e caminhões (22,14%).