Você está lendo...
Shineray lança JEF 150s por R$ 12.290, mesmo preço da líder Honda CG
Lançamentos

Shineray lança JEF 150s por R$ 12.290, mesmo preço da líder Honda CG

Nova moto street da Shineray, JEF 150s tem motor com partida elétrica e 10 cv de potência, painel digital e vem nas cores vermelha ou preta

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

13 de jul, 2022 · 4 minutos de leitura.

Shineray
Modelo é R$ 10 mais caro que a principal moto do mercado brasileiro, a Honda CG
Crédito:Shineray/Divulgação

A Shineray acaba de lançar no Brasil a JEF 150s, nova moto street com motor a gasolina que vem concorrer na categoria que concentra as vendas no País. Inclusive, o modelo da marca sino-brasileira vai disputar vendas com a líder Honda CG. O preço de R$ 12.290 é praticamente o mesmo da CG 160, que tem tabela de R$ 12.280.

A JEF 150s, no entanto, tem motorização menor que a rival. Enquanto o modelo da Honda - que foi a primeira moto quatro tempos feita no Brasil, há mais de 45 anos - tem motor flex de 162,7 cm³ e 15 cv, a Shineray chega com o conjunto (partida elétrica) de 150 cm³ monocilíndrico, 4 tempos, com 2 válvulas e potência de 10,3 cv a 7.500 rpm. Com torque de 1,42 mkgf a 6.000 rpm, atinge velocidade máxima de 120 km/h. O câmbio tem 5 marchas.

Shineray
Shineray/Divulgação

Cabe salientar que se trata de um retorno. Afinal, a Shineray já teve uma moto street de 150 cc em 2019. Agora, a marca quer "expandir o portfólio". "Voltamos com força total para este mercado, com produtos com tecnologia, design e excelente custo-benefício", afirma Thomas Edson, diretor de Supply Chain da Shineray do Brasil.

O modelo, a princípio, vem nas cores vermelha ou preta. Mesmo sem revelar dados como peso e suspensões, por exemplo, nota-se que a novata tem luzes de seta de LEDs, rodas de liga leve e painel parcialmente digital entre os equipamentos.

Shineray/Divulgação

Shineray vai expandir rede

Com portfólio de 17 modelos (a combustão e elétricos), a Shineray prevê inaugurar 20 novos pontos de vendas até 2023. Nesse sentido, a fabricante acaba de abrir as portas de mais uma loja no Estado de São Paulo. Além de ciclomotores, motocicletas, scooters e triciclos, as concessionárias têm ainda serviços de pós-vendas e assistência técnica. Assim, a expectativa consiste em aumentar de 2% para 5% sua participação no mercado paulista dentro de 5 anos.



Atualmente, a Shineray é a terceira marca que mais vende motos no Brasil. Está atrás apenas da líder Honda e da Yamaha. Em junho, a Honda somou 94.424 unidades, a Yamaha vendeu 17.679 modelos e Shineray emplacou 2.053 exemplares.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião