Triumph confirma que produzirá nova Daytona 765 baseada na Moto2

Daytona Moto2 765 Limited Edition será baseada na versão de pista da categoria Moto2 da MotoGP

daytona
Daytona Moto2 765 Limited Edition Crédito: TRIUMPH/DIVULGAÇÃO

A Triumph ouviu os pedidos (ou lamentos) dos clientes e resolveu transformar sua moto de pista em uma moto de rua. A marca britânica produzirá uma série limitada da esportiva Daytona baseada no protótipo da Moto2, categoria intermediária da MotoGP.

O modelo será batizado de Daytona Moto2 765 Limited Edition. Isso significa que, basicamente, é a moto de pista com faróis, lanternas, painel de instrumentos e espelhos. Serão produzidas 1.530 unidades da motocicleta.

Desse total, 765 serão destinadas à Europa e Ásia e a outra metade para Estados Unidos e Canadá. Todos os exemplares serão numerados com uma plaqueta. A apresentação oficial do modelo será durante a prova “na casa” da Triumph, o Grande Prêmio da Inglaterra. Ele ocorre em Silvertone, no dia 23 de agosto.

daytona
TRIUMPH/DIVULGAÇÃO
Motor de rua que virou de corrida e que volta às ruas

O protótipo utilizado na categoria Moto2 foi baseado no motor três cilindros 765 cm³ que a Triumph usa na Street Triple 765, sua naked média. Ou seja, a Daytona que irá ressurgir, é uma moto de rua, baseada em uma moto de corrida, que surgiu de uma moto de rua.

O motor do protótipo, em relação ao usado na Street Triple 765 RS, teve algumas modificações. Entre elas, válvulas de titânio com molas mais duras para poder aumentar o limite de giro do motor, cabeça do cilindro modificado e admissão e exaustão revisados para melhorar o fluxo de gases.

Há ainda um alternador de baixa voltagem para reduzir a inércia na hora de girar o motor para dar partida, 1ª marcha com relação mais longa, embreagem deslizante de corrida e central eletrônica de pista, criada pela Magnetti Marelli. A Triumph ainda alterou as tampas do motor para reduzir a altura e o cárter para melhorar o formato do coletor.

Com todas essas mudanças, a Triumph, durante os primeiros testes em 2018, anunciou que conseguiu extrair 140 cv de potência da moto, após as mais de 80 mudanças em relação ao motor de rua. No modelo de rua, dependendo da versão, o motor rende 106 cv, 113 cv ou 123 cv.

A antiga Daytona, que tinha um motor três cilindros de 675 cm³, e que chegou a ser vendida no Brasil, em duas versões, Daytona e Daytona R, rendia 128 cv e 7,5 mkgf.

daytona
TRIUMPH/DIVULGAÇÃO

 


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas