Onboard Diego Ortiz

24/08/2018 - 4 minutos de leitura.

Carro brasileiro não merece o preço que tem

Carro brasileiro é só mais um dos produtos locais vendido por um preço que não é justo e que afeta o consumidor e a indústria

brasileiro
Carro saindo da fábrica Crédito: Crédito: Mazda/Divulgação

Hoje a Bugatti mostrou o modelo Divo, uma versão ainda mais esportiva do Chiron e que custa a fortuna de R$ 24 milhões. No Facebook, um dos leitores do Jornal do Carro comentou que “com tanta gente passando fome, como alguém compra um carro deste valor”. Ele foi logo rechaçado por outros leitores, nem todos de forma muito polida.

Não que eu seja um defensor dos carros (mentira, sou sim), mas um iPhone X vale R$ 10 mil? Um apartamento, pelo simples fato de ser bem localizado, vale R$ 5 milhões? Uma cadeira feita por um famoso designer vale R$ 20 mil ou mais? Não sei, é difícil qualificar o preço justo de algo, ainda mais quando envolve marca, status e demanda.

Leia mais:

Instagram: @dicopr

A própria Bugatti diz que as 40 unidades que serão feitas já estão vendidas e que seus donos possuem, em média, dois outros carros da marca. Alguém realmente precisa de três Bugatti? É claro que não.

Mas se a pessoa compra o carro com o dinheiro vindo do suor de seu trabalho ou de seus parentes mais próximos, o problema disso é zero. Há muitos políticos brasileiros, pegos em esquemas de corrupção, que poderiam comprar um Divo. Isso sim é condenável. Ser rico não.

Carro brasileiro é alvo de preconceito

Os carros geralmente são alvo de preconceito por seu custo no Brasil, que é alto mesmo. Culpa do imposto, dos lucros, das margens, tudo junto em grau maior ou menor. Mas o que não é caro no Brasil? O próprio iPhone, citado antes, custa duas vezes seu preço por aqui. Dizer, portanto, que o carro brasileiro é um lixo (como muitos dizem nas redes sociais) relativizando isso por causa de seu alto custo não se justifica. O preço final não é formado apenas pelo produto.

Ser brasileiro é pagar, no mínimo, duas vezes o preço de qualquer coisa perante os valores praticados no primeiro mundo. Seja de carro a shampoo. Então, que tal deixarmos os carros vendidos por aqui fora deste preconceito? Eles não não merecem o preço que têm. Ninguém merece.

Veja mais: Carros legais de marcas que não existem no Brasil
Mais artigos
vendas
Volkswagen
montadoras
SUVs
onix sedan
kwid

Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais