Onboard Diego Ortiz

Ford cria casinha de cachorro antifogos

Conceito de casinha tem vários dispositivos para cancelar o ruído externo e não assustar os bichinhos durante as festas

casinha
Quiet Kennel Crédito: Ford/Divulgação

Um estudo realizado na Rússia, no Instituto de Fisiologia Pavlov, provou que um cão pode localizar a origem de um som em impressionantes seis centésimos de segundo. Além disso, os cachorrinhos podem ouvir sons tão nítidos quanto os humanos a uma distância quatro vezes maior. Com estes dados não fica difícil deduzir que, em uma queima de fogos, como no Ano Novo, disparar os rojões no céu é praticamente a mesma coisa que soltar eles dentro das orelhas dos bichinhos. Tadinhos.

Ao mesmo tempo, estas festividades com soltura de fogos são uma tradição. E deixam algumas pessoas bem felizes depois de um ano muitas vezes duro e cheio de problemas. Como imaginar uma festa de Ano Novo em Copacabana sem os fogos? As partes quem defendem os pets e os fogos têm bons argumentos e dificilmente vão entrar em acordo.

Em São Paulo, por exemplo, a prefeitura anunciou que a queima de fogos durante os shows de réveillon na Avenida Paulista, no centro, usará apenas artifícios de efeito visual. Sem estampido. A polêmica explodiu e fez barulho nas redes sociais.

Casinha silenciosa

Para tentar ajudar os dois lados, a Ford surpreendeu e mostrou o Quiet Kennel. O dispositivo tem a mesma tecnologia de cancelamento de ruído dos modelos da marca. Minimalista, a casinha tem painéis de amortecimento de som prensados ​​entre as camadas das paredes. E alto-falantes com cancelamento de ruído ativo para amenizar os estrondos dos fogos de artifício.

Há ainda recursos adicionais como piso redutor de vibração e ventilação à prova de som, que não estão presentes nos carros ainda. Esta boa ideia não está à venda, mas bem que poderia. Todo mundo ficaria feliz, em especial os bichinhos. Que não são o que? Obrigados.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos