Onboard Diego Ortiz

Sandero e Logan reestilizados chegam em maio

Mudança mais visível está na traseira do Sandero. Outra novidade é o câmbio CVT

sandero
Novo Sandero registrado no INPI Crédito: INPI/Divulgação

Os Renault Sandero e Logan irão mudar levemente em 2019, mais especificamente em maio. O hatch vai ganhar uma lanterna bem parecida, mas bem parecida mesmo com a do Fiat Argo. Já o Logan receberá apenas discretas evoluções que serão pouco percebidas nas ruas.

Esta será a última vez que os dois modelos mudam. Tanto Sandero quanto Logan vão perder o visual vindo da romena Dacia e terão um desenho puramente Renault em suas novas gerações, que devem chegar em 2021.

Outra novidade é que as versões com motor 1.6 de até 120 cv poderão receber um câmbio automático CVT. Será finalmente o merecido fim do câmbio automatizado EasyR, que nunca foi um sucesso de crítica nos modelos.

Duster vai continuar vivo

A Renault vai continuar usando a plataforma do Duster para criar SUVs com desenho e conteúdo próprios. Como já fez com o Captur no Brasil. A mudança de estratégia em relação à Dacia abre caminho para a produção de novos modelos da Renault em um futuro próximo.

É exatamente nesta brecha que entra os novos Sandero e Logan, que continuarão com a mesma base, mas alvo de “cirurgiões plásticos” vindo da França e não da Romênia mais.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos