Air bags da Takata fazem vítima no Brasil

Policial da Bahia teria sofrido ferimentos no peito após incidente

Air bags da Takata
Air bags da Takata Foto: Rebecca Cook/Reuters

Os air bags da Takata (agora chamada de Joyson Safety System) fizeram vítimas no Brasil. De acordo com a revista Autoesporte, um policial teve ferimentos graves no peito após acidente leve na Bahia.

A revista informa que Tiago Ferreira, de 32 anos, dirigia seu Honda Civic 2007 com air bags da Takata quando colidiu, a cerca de 50 km/h, contra um Toyota Etios. Era para ser um acidente sem maiores proporções, de acordo com Ferreira.

Porém, os air bags foram acionados e expeliram fragmentos metálicos (entenda melhor abaixo). Com isso, Ferreira sofreu ferimentos no peito e foi levado a um centro cirúrgico na cidade de Feira de Santana.
Ainda de acordo com a Autoesporte, os outros passageiros do Civic, também policiais, não ficaram feridos no acidente.

Air bags da Takata feriram 11

De acordo com a Honda, já foram registradas 28 ocorrências no Brasil de rompimento do insuflador do air bag da Takata (em carros da marca). Nelas, 11 pessoas ficaram feridas.

Ainda conforme a montadora, não houve nenhuma morte nesses incidentes.

Já nos Estados Unidos e Malásia, os air bags da Takata podem ter provocado cerca de 22 mortes. As peças defeituosas foram responsáveis pelo maior recall da história, no Brasil e no mundo.

A Honda informa que, no caso das 28 ocorrência com o insuflador do air bag da Takata, prestou a assistência necessária aos envolvidos. De acordo com informações da montadora, no caso de Tiago Ferreira, o cliente não entrou ainda em contato por meio dos canais oficiais da empresa.

No entanto, a Honda está procurando identificá-lo para prestar assistência ao cliente. Diversos carros da marca já foram convocados no Brasil para efetuar reparo no defeito.

Entenda o caso dos air bags da Takata

O defeito no insuflador dos air bags da Takata teve as primeiras notícias divulgadas em 2014. Desde então, já atingiu 80 milhões de carros e 100 milhões de deflagradores das bolsas, no Brasil e no mundo.
Cerca de 30 montadoras têm carros com air bags da Takata. Entre elas, estão as também japonesas Honda e Toyota.

O deflagrador do air bag é uma peça responsável por inflar a bolsa na hora de um impacto. Ela fica envolvida por um revestimento metálico.

Em caso de colisão, a peça metálica se desfaz, enchendo a bolsa em milissegundos.

No caso dos air bags defeituosos da Takata, fragmentos metálicos do deflagrador podem ser lançados na direção dos ocupantes dos bancos dianteiros, causando ferimentos.

Apesar de o caso só ter se tornado público em 2014, envolve carros posteriores a esta data. Há registro de problema em um Honda Accord em 2004.

Recalls no Brasil

Diversas convocações por causa de air bags da Takata foram efetuadas no Brasil nos últimos anos. Um dos mais recentes recalls foi da Fiat, para 87 mil Uno, Palio e Siena.

A convocação foi divulgada em agosto.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas