carro elétrico fogo incêndio navio
Damen Shiprepair Verolme

Carro elétrico pegando fogo: riscos, o que fazer e como prevenir

Casos de incêndios em carro elétrico chega a ser 61 vezes menor que nos veículos a combustão; bateria é o componente mais inflamável

Por Vincenzo Calcopietro 19 de jun, 2024 · 6m de leitura.

O número de carros elétricos aumentou mais de 787% entre 2019 e 2023, atingindo um frota de 291.089 segundo a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). com esse crescimento, muitas dúvidas surgiram sobre a segurança desses veículos, especialmente em relação aos riscos de incêndio. Embora a tecnologia seja relativamente nova, especialistas garantem que os elétricos são significativamente mais seguros do que os veículos a combustão.

Para entender melhor, o Jornal do Carro conversou com Clemente Gauer, diretor de corporate affairs da Tupi Mobilidade e diretor do GT de segurança da Associação Brasileiro de Veículos Elétricos (ABVE). Bem como com a BYD, uma das maiores fabricantes de carros elétricos do mundo e marca que lidera as vendas da categoria no Brasil.

Carro elétrico tem 61 vezes menos chance de pegar fogo

Clemente Gauer esclarece que as chances de um veículo elétrico pegar fogo são muito menores que as de um carro a gasolina, flex ou diesel. Ele também destaca que, em casos de incêndio, os carros a bateria proporcionam um tempo de resgate maior comparado aos modelos a combustão, que podem incendiar rapidamente devido ao derramamento de combustível inflamável.


Gauer cita como referência um estudo realizado pela AutoinsuranceEZ, tradicional companhia de seguros dos Estados Unidos. O documento mostra que um veículo elétrico tem 61 vezes menos chance de pegar fogo que um veículo equivalente com motor térmico.

A BYD reforça esses dados e afirma que “as chances de ocorrer um incêndio em um veículo elétrico da marca são 80 vezes menores que em modelos a gasolina ou diesel”. Além disso, estudos mencionados pela montadora indicam que, para cada 100 mil carros vendidos nos EUA, apenas 25,1 elétricos estiveram envolvidos em incêndios, contra 1.529 a gasolina.

GWM Ora 03 e BYD Dolphin: os chineses elétricos de R$ 150 mil

Como minimizar risco de incêndio

Para minimizar riscos, Clemente Gauer recomenda a manutenção regular na rede credenciada de concessionárias, assim como uma cuidadosa inspeção dos sistemas elétricos em caso de submersão ou acidentes. Ele enfatiza que os sistemas elétricos desses veículos são projetados para suportar contato com a água, mas desde que os alagamentos não ultrapassem a soleira da porta ou sejam transpostos com o carro em funcionamento.

A BYD acrescenta que os cuidados com veículos elétricos são semelhantes aos de modelos a combustão. “Seguir as orientações do manual do proprietário já é suficiente para garantir a segurança e longevidade dos carros”, explica a empresa.

Como agir em caso de incêndio em carro elétrico

Em caso de incêndio, Clemente Gauer recomenda evacuar o veículo e chamar imediatamente os bombeiros pelo número 193. “Combater um incêndio é tarefa para profissionais, motivo pelo qual os veículos, inclusive os a combustão, não trazem mais extintores de incêndio”, pontua Gauer.


A BYD corrobora com essa orientação , assim, e aconselha aos donos que, nos raros casos de incêndio, as pessoas devem se afastar e, em seguida, acionar as autoridades competentes. Afinal, os bombeiros estão treinados para aplicar os procedimentos corretos e garantir a segurança.

É possível recuperar um carro elétrico após incêndio?

Após pegar fogo, a viabilidade de recuperação de um veículo elétrico depende da extensão dos danos, conforme avaliado por profissionais. Ou seja, funciona basicamente da mesma forma que nos carros a gasolina, flex e diesel. A BYD, por exemplo, afirma que a recuperação será avaliada pelo serviço de pós-vendas da concessionária e pela seguradora, caso aplicável. Cada caso é único e a decisão dependerá de análise detalhada dos danos.

Jornal do Carro também está no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.