Você está lendo...
Chevrolet Camaro tem recall para reparo da direção elétrica
Recall

Chevrolet Camaro tem recall para reparo da direção elétrica

Em unidades com defeito, direção do Camaro pode perder a assistência elétrica e funcionar em modo manual

Redação

16 de mar, 2019 · 3 minutos de leitura.

camaro
Chevrolet Camaro
Crédito:Crédito: Chevrolet

Proprietários de Chevrolet Camaro devem ficar ligados. Exemplares do modelo 2017 do esportivo podem ter problemas na direção elétrica. A General Motors anunciou um recall para substituição do sistema em unidades fabricadas entre 31 de agosto e 16 de setembro de 2016.

Os exemplares envolvidos têm números de chassi compreendidos entre H0131621 e H0138874. Os proprietários poderão agendar o reparo a partir do dia 29 de abril.


+ Mustang e Camaro fazem duelo de músculos

+ Chevrolet Camaro 2019 fica mais caro que o Mustang

De acordo com informações da própria GM, alguns exemplares podem apresentar defeito no circuito elétrico da caixa de direção. A falha pode ocasionar perda da assistência ao sistema, com o carro em movimento.


Se isso ocorrer, em alguns segundos o motorista receberá um alerta sonoro e luminoso. Ainda poderá controlar o veículo, mas a direção ficará muito dura, exigindo grande esforço do motorista, sobretudo em baixa velocidade. Isso aumenta o risco de acidentes com o veículo.

Para agendamento e mais informações, interessados podem ligar para o telefone 0800 702 4200 ou acessar o site da Chevrolet.


Linha 2019 do Camaro trouxe novidades

A linha 2019 do Camaro recebeu pequenas alterações. Em termos mecânicos, a maior novidade foi o câmbio automático de dez marchas, no lugar do anterior, de oito velocidades. Com isso, ele se igualou ao arquirrival Ford Mustang.

Além disso, o esportivo da Chevrolet recebeu uma leve reestilização de ?meia vida?. O modelo de sexta geração, lançado em 2016, ganhou alterações na frente (faróis de LED, para-choque, grade e capô) e traseira (lanternas e para-choque).

A dianteira perdeu alguns cromados e ganhou área mais escura. E a gravata agora é vazada. Mais que um recurso estético, a abertura permite melhor refrigeração do motor 6.2 V8.


Por sinal, o propulsor manteve os 461 cavalos de potência e 62,9 mkgf de torque. Traz recursos como injeção direta e sistema de desligamento de quatro dos oito cilindros, mas preserva atrasos como bloco de ferro e duas válvulas por cilindro.

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier

Deixe sua opinião