Fique atento aos fluidos do carro

Saiba quais são as funções desses líquidos, seus prazos de troca e os preços cobrados em lojas da cidade


Troca de óleo deve ser feita com o motor frio

A troca de qualquer componente do carro, incluindo fluidos como o de freio, óleo do motor e da direção hidráulica, deve seguir sempre as recomendações do manual da fabricante. O alerta é do engenheiro mecânico e membro do comitê técnico de lubrificantes e fluidos da AEA, Everton Gonçalles.

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook


++ Encontre as melhores dicas de manutenção para o seu carro


++ Entenda como funcionam os “Head-up displays”

Ele explica que a principal função dos lubrificantes é reduzir o atrito entre as peças, além de evitar a oxidação, corrosão e contribuir para uma boa troca de calor. Se o produto estiver vencido ou com a qualidade comprometida, poderá prejudicar o funcionamento do carro. Há produtos específicos para cada tipo de aplicação.

Confira os mais usados:

MOTOR

O nível do óleo deve ser verificado com o motor frio. “A vareta serve para medir a quantidade de óleo no cárter e deve ficar entre as marcas ‘mínimo e máximo’”, diz Gonçalles. De acordo com ele, os produtos contam com vários aditivos. A troca deve ser feita, em média, a cada 10 mil quilômetros ou seis meses para evitar superaquecimento, borras e desgaste das peças. Na Dellavia Pneus (2333-3235) o preço do litro parte de R$ 23.

FREIO

É ele que transmite a pressão que aciona as pastilhas e lonas do sistema de freios. A verificação deve ser feita a cada 30 dias.Custa R$ 8 (embalagem de 500 ml) no site pontofrio.com.br.

DIREÇÃO

Em média, a troca desse lubrificante é feita entre 35 mil e 50 mil quilômetros. Se estiver fora de validade, pode causar ruídos e danificar as engrenagens. “Esse fluido é altamente inflamável. Portanto, e preciso ter cuidado com vazamentos”, afirma o engenheiro mecânico e diretor da SAE Brasil, Francisco Satkunas. A troca parte de R$ 80 na Automecânica Scopino (3955-2086).

ADITIVO PARA ÁGUA

“O fluido refrigerante evita ferrugem e estabiliza a temperatura interna do motor”, afirma Gonçalles. É preciso usar a mistura na quantidade especificada no manual do carro. Na Automecânica Scopino a troca parte de R$ 70.

LIMPADOR DE PARA-BRISA

“Nunca use detergente doméstico no reservatório de água dos vidros”, lembra Satkunas. O produto escorre pela carroceria e danifica a pintura. Além de limpar, o aditivo correto hidratar as palhetas do limpador. Sai por R$ 7 (100 ml) na Automecânica Scopino.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas