Primeiro trimestre tem 23 recalls no Brasil

Dados do aplicativo Papa Recall também mostram que Mercedes-Benz teve 5 recalls; em relação ao trimestre anterior, houve queda de 7,3%

classe g
Mercedes-AMG G63 Crédito:

O primeiro trimestre deste ano contou com 23 campanhas de recall. Os dados são do aplicativo Papa Recall. Do total, seis dos recalls foram realizados durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

CURTA O CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

O aplicativo, o qual avisa aos motoristas quando o automóvel cadastrado é chamado para um recall, identificou chamamentos de 13 montadoras, envolvendo 70 modelos. O número representa 31,7% das 41 empresas cadastradas no aplicativo. No comparativo com o trimestre anterior, houve redução de 7,3%.

Mercedes lidera ranking dos recalls

A campeã de recall no período foi a Mercedes-Benz, com cinco. Os chamamentos se referiam a diversos motivos, desde defeitos em teto solar, os quais ocasionaram dois recalls, até defeitos em portas dianteiras. Já o modelo campeão de recall no primeiro trimestre foi o AMG G63 da Mercedes-Benz. Ao todo, o carro teve três chamamentos.

Já a vice-campeã é a BMW, a qual teve quatro campanhas. Os chamados envolveram alguns temas, como, por exemplo, os airbags do condutor e o sistema de transmissão. Logo depois, aparece a Fiat, com três recalls.

Airbags foram o maior problema

Das 23 campanhas, os airbags foram os campeões de problemas: 7 recalls. Para além do chamamento da BMW para problemas nos airbags do condutor, Chevrolet, Fiat, Honda, Nissan, Subaru e Volkswagen também tiveram chamamentos para os airbags.

Ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Fiat CRONOS CRONOS DRIVE 1.3 FLEX 4P